. . Joinville SC, Brasil . .
Mídia Tecnologia Prêmios Cores Internet
Imagem_Mapa
ANVeículos ANTevê ANInformática Colunistas ANEconomia

"Bixos" comemoram
resultado do Supra

Vestibulandos esperaram 17 dias pelo listão. Matrículas serão feitas de 3 a 6 de fevereiro

Blumenau - Lágrimas de alegria e decepção na hora de conferir o listão do Supra, ontem de manhã, em Blumenau. Muitos candidatos não agüentaram esperar em casa e foram para a universidade acompanhados dos pais, amigos e colegas de cursinho. A angústia e a expectativa que perseguiam os estudantes há 17 dias, desde o encerramento das provas, deram lugar ao alívio e comemoração. A edição especial de A Notícia, trazendo o listão dos aprovados, chegou de helicóptero em Blumenau, 50 minutos após a divulgação oficial. Nas bancas do centro de Blumenau, o AN Supra, foi o primeiro jornal a chegar, às 12h05.

Quando as portas da universidade foram abertas, às 11 horas de ontem, centenas de pessoas invadiram o saguão e se acotovelaram junto às listas dos cursos. Em segundos, o angustiante silêncio da procura deu lugar a gritos de emoção e às lágrimas dos aprovados. Joana Ruth Leite foi a primeira a comemorar seu nome entre os aprovados para o curso de Letras. O estudante Júlio César Longo, usando a camiseta do livro "Como Passar no Vestibular", de Lair Ribeiro, encontrou seu nome pela terceira vez neste verão, em listas de aprovados.

Outro felizardo, Diogo Vitor Pinheiro, não teve coragem de ir à universidade conferir o resultado. Mas a mãe, Neide, descobrindo que o filho passou em segundo lugar para o curso de Direito, se encarregou de comunicar a boa notícia para a família inteira, pelo celular. Depois, reuniu os amigos e parentes em casa, para um trote à altura do resultado.

Os tradicionais trotes, embora em pequena escala, deram um clima de festa no pátio da universidade. O "bixo" Célio Kupkowski garante que valeu a pena "pagar o mico" de desfilar amarrado a uma corda, com o rosto pintado e a cabeça raspada. Ele vai cursar História na Furb.

Mas como a lista de candidatos (13.343) era maior que as vagas disponíveis (4.614), nem todos puderam comemorar. Alexandre Evangelista dos Santos era o único em seu grupo que não tinha o nome entre os aprovados para o curso de Direito da Furb. "Acho que dancei na redação", analisa. Os amigos procuravam incentivar: "ele fez boa pontuação. Vai passar em segunda chamada". Veja a lista de aprovados do Supra

AN Supra chegou nas
bancas em tempo recorde

Joinville - O jornal A Notícia em parceria com o curso pré-vestibular Positivo e Horus Aero Táxi, lançou ontem, em edição especial, a relação dos aprovados nos exames do Sistema Unificado Prova por Área (Supra), adotado pela fundação Universidade Regional de Blumenau (Furb) e Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Mais uma vez o suplemento foi o primeiro a chegar nas bancas do litoral e do Vale do Itajaí.

Às 11 horas a lista dos aprovados foi entregue ao jornal sendo que em menos de uma hora o helicóptero da Horus chegava em Blumenau. A agilidade na divulgação do listão foi a principal arma para que a edição especial chegasse o mais rápido possível às mãos dos mais novos integrantes do mundo universitário.

O trajeto realizado em um pouco mais de uma hora passou pelas cidades de Blumenau, Itajaí, Camboriú e Itapema. O helicóptero saiu de Joinville às 11h25 chegando no seu destino final por volta das 12h20.

Matrículas

Tanto os aprovados da Univali como os da Furb terão pouco tempo para festejar e já devem providenciar os documentos para a realização das matrículas. Em Blumenau as matrículas estão marcadas para os dias 3 e 4 de fevereiro no próprio campus da universidade, das 8 às 11h30 e das 14 às 20 horas. Na Univali os alunos deverão comparecer nos dias 5 e 6 de fevereiro das 8 às 11h30 e das 13h30 às 17h30.

Calouros fazem
festa em Itajaí

Itajaí - O listão dos aprovados no Supra chegou em Itajaí por volta do meio-dia. Em várias bancas da cidade, o jornal foi o primeiro a cair nas mãos dos candidatos que aguardavam os resultados. Em frente à Univali (Universidade do Vale do Itajaí), o movimento foi intenso. Depois de encontrar o nome entre os aprovados, os "bixos" caíram na folia. Cerveja, serpentina, espuma de barbear, batom e jornal picado foram pouco para manifestar a alegria.

Com 17 anos de idade, Rafael da Costa Rodrigues foi aprovado para Direito Matutino na Univali. Os colegas já passaram a tesoura na cabeleira do garoto. Ontem, horas após a divulgação do listão, ele ainda conferia o nome entre os aprovados. Ana Paula Rocha, 19 anos, estava sem palavras para explicar a alegria por ter conquistado uma vaga para Relações Públicas. Ela saiu do terceiro científico direto para o vestibular, sem passar por cursinhos.

Os reprovados se misturavam aos calouros e não deixaram de comemorar a alegria dos colegas. Chateados, explicavam os motivos da reprovação, mas na hora de informar o próprio nome, calavam. Um deles, que prestou exame para Direito na Univali, diz que o problema foi ter optado pelo período matutino. "Tenho um amigo que fez 60 pontos e passou para Noturno. Outro que fez 61 e não foi aprovado para matutino", declarou.

ACE também divulga listão

Joinville - A Associação Catarinense de Ensino - ACE, divulgou ontem a lista dos classificados no Conscurso Vestibular Classificatório ACE 1998-1, e informa que as matrículas deverão ser realizadas na sede da ACE, na rua São José, 490, Centro de Joinville.

Os aprovados nos cursos de Ciências da Computação e Psicologia deverão efetuar as matrículas no dia 2 de Fevereiro. As matrículas para os cursos de Direito e Terapia Ocupacional serão feitas no dia 3 de Fevereiro e as de Pedagogia e Fisioterapia no dia 4, sempre das 8h às 11h e das 14h às 21h.

Os documentos exigidos são: certificado de conclusão do Ensino Médio ou equivalente; histórico escolar completo do Ensino Médio ou equivalente; fotocópia da certidão de nascimento; fotocópia da carteira de identidade; fotocópia do CPF, do título de eleitor e certificado de reservista ou atestado de alistamento militar para os brasileiros maiores de 18 anos do sexo masculino.

O candidato portador de diploma de curso superior poderá apresentar cópia autenticada do respectivo diploma, devidamente registrado pelo orgão competente, em substituição ao certificado de conclusão do Ensino Médio ou histórico escolar do Ensino Médio. Veja aqui a lista de aprovados.


Jamboree Nacional reúne
escoteiros em Navegantes

Propósito do escotismo, de fortalecimento do caráter, está sendo reafirmado em encontro

Marta Vizotto

Navegantes - "O Escoteiro tem uma só palavra; sua honra vale mais do que a própria vida". Este é o primeiro, e um dos dez artigos que regem a Lei Escoteira e, por sí só, já traduz o propósito do Escotismo: contribuir para que os jovens assumam seu próprio desenvolvimento, especialmente o caráter, ajudando-os a realizar suas potencialidades como cidadãos responsáveis, participativos e úteis em suas comunidades. Com esta filosofia, mais de duas mil pessoas estão reunidas desde domingo num grande acampamento que compõem o 1º Jamboree Nacional. No melhor estilo "tribal", montaram suas tendas e invandiram a cidade, representando a maior organização de crianças e jovens de todo o mundo.

O Método Escoteiro caracteriza-se por vários pontos, entre eles, o de "aprender fazendo". A palavra "não" é pouco encontrada no discurso do Escotismo, que parecer primar pelo positivismo, valorizando as qualidades do indivíduo e incitando-o a aproveitar seu potencial voltado ao que há de melhor na sociedade em que vive. O chefe Escoteiro Leandro Vieira, um dos Relações Públicas do Jamboree, diz que há cerca de dez anos a co-educação se firmou no Movimento Escotista, o que representou a participação das mulheres em todas as atividades, sem divisões. "Hoje, temos famílias inteiras, com pais como chefes de grupos onde estão seus filhos. É muito bonito", completa.

Divididos em "ramos" conforme a idade e o tempo de promessa, os escoteiros passam o dia em atividades. A pioneira é um dos trabalhos que consiste em construir objetos úteis a partir de elementos encontrados na natureza. Bambus se transformam em armação para tendas, madeiras em tampo de mesa e cipó em mateiral para amarração. A noite, depois das atividades, é hora de se reunir para o Fogo de Conselho: uma oportunidade de encontro quando são trocadas experiências obtidas durante o dia, ou idéias a respeito de um determinado tema.

Movimento traduz estilo
de vida e código de ética

Traduzido por um compromisso com um estilo de vida, com um código de ética, livremente assumido pelo jovem, o Escotismo é um movimento que acaba contagiando o indivíduo e, muitas vezes, o grupo ao qual pertence. Exemplo disso é a família Bruckheimer, de Joinville, que participa unida do 1º Jamboree Nacional. O "chefe" da família, Mário Bruckheimer, de 55 anos, acumula 17 anos de promessa e diz que a prática o ajudou muito na formação espiritual, educacional e social dos filhos.

A mãe, Mauren Ivete, se orgulha dos filhos, Humberto César e Mário José, respectivamente com 18 e 16 anos de promessa. Eles participam do Grupo de Escoteiros Príncipe de Joinville e estudam a possibilidade de participarem do Jamboree Mundial, que está marcado para a virada deste ano no Chile.

Outro exemplo de "amor a primeira vista" é o italiano Carlos Boccaccino, de 67 anos, o escoteiro de mais anos de promessa presente neste 1º Jamboree Nacional. Ele mostra sua carteirinha de adesão ao movimento, datada de 29 de outubro de 1944. São quase 53 anos de vida dedicados ao Escotismo, que rendem a Boccaccino mais do que um ar de jovialidade: seus olhos expressam a emoção e se enchem de lágrimas quando reencontra antigos amigos no acampamento. Ele participa do Encontro Nacional representando o Grupo de Escoteiros Isaac Bauler, de Porto Alegre (RS). (MV)


Décio Ribeiro convoca três
vereadores para colegiado

Lages - O prefeito de Lages, Décio da Fonseca Ribeiro (PDT) anunciou ontem, em entrevista coletiva, mudanças na administração municipal. A principal é a convocação de três vereadores do PDT para ocuparem cargos no primeiro escalão. "Já estava prevista uma mexida para maior oxigenação e pelas circunstâncias políticas", argumentou.

O líder do governo na Câmara, Antônio Arcanjo Duarte, assume a Secretaria de Finanças, em substituição a Emir Líbero Isoton, que pediu para sair por motivos particulares. O vereador Teodoro Máximo de Oliveira volta a assumir a Secretaria de Obras, no lugar de Ênio Castro, que fica como secretário adjunto. Teodoro ocupou a mesma função na administração de Fernando Agustini. O vereador Vidal Madruga assume oficialmente a assessoria política.

O PMDB de Lages foi convidado para assumir cargos na administração, mas não aceitou. "Fizemos isso como uma forma de retribuir o apoio importante recebido por três dos cinco vereadores da legenda na Câmara", explicou Décio. O presidente municipal do partido, Carlos Dirceu Silva, anunciou que ao PMDB não interessava ocupar esses espaços na administração de Lages, que, segundo ele, não vem fazendo um bom trabalho. "Respeito a decisão do PMDB e vamos continuar nos relacionando politicamente e pedindo o apoio necessário nos projetos", rebateu o prefeito.

O prefeito de Lages também anunciou um corte de cerca de 20 cargos comissionados, passando de 120 para cerca de 100 funcionários nessa condição em 1998. Também será decidida em breve a redução de cerca de 10% de servidores, principalmente no setor de educação. "Tivemos em 1997 em torno de 1.300 funcionários na educação. Em 1998 devemos contar com cerca de mil funcionários, com a reforma que a secretaria está providenciando", disse Décio.

Esquentando os tamborins
Carnasurf, trios elétricos, escolas de samba e banhos de espuma são atrações do Carnaval nas praias do litoral Norte
Leia em AN Verão


Professores temporários podem perder o emprego

Modificações realizadas na grade curricular para o ano letivo devem causar demissão de 10 a 12 mil profissionais

James Alberti

Joinville - O desemprego ronda entre 10 e 12 mil professores admitidos em caráter temporário, os ACTs, da rede estadual de ensino. A deputada Ideli Salvatti (PT) garante que eles podem ficar sem trabalho este ano por conta de modificações da grade curricular feita pela Secretaria de Educação, através de resolução do Conselho Estadual de Educação.

A partir deste ano, as aulas têm duração de uma hora e não mais de 45 minutos. A mudança diminui o número de professores necessários para cumprir o programa escolar. Ideli Salvatti e o coordenador regional do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), Mauri Matos de Freitas, calculam que entre 8 e 10 mil professores temporários devem ser contratados em 98. Ano passado, foram 22 mil. As alterações também afetam os professores que têm emprego garantido, que terão a carga de trabalho aumentada em 33%, segundo Ideli, sem aumento de salário.

MODIFICAÇÕES

A deputada encaminhou documento ao Centro da Promotoria da Coletividade, em Florianópolis, pedindo ação civil pública para suspender a implementação das alterações do governo. Ela alega que a forma como foram encaminhadas as modificações "não tem amparo legal". "Como a modificação mexe com o regime de trabalho do funcionário público, só pode ser feito através de lei e não por resolução do Conselho de Educação", disse.

A deputada lembra que experiência semelhante foi realizada no início da década de 70, sem sucesso. "Na educação na dá para experimentar. Alunos e professores não são cobaias". O Sinte pretende realizar assembléias regionais na próxima semana para avaliar a situação. As propostas de encaminhamento serão levadas à reunião do conselho deliberativo do sindicato, que acontece dia 14 em Blumenau. Assuntos como o atraso no pagamento do 13º salário, o pagamento de um terço das férias, o atraso nos salários e os três anos sem reajuste devem estar na pauta.

A reportagem tentou localizar o secretário de Educação, João Matos, através do telefone celular. O aparelho estava fora de área ou desligado. O assessor de Matos, João Isoppo, preferiu não comentar o assunto, que "deve ser tratado com o secretário".

Angústia e decepção na disputa por uma vaga

Angústia e decepção faziam o contra-ponto ao alívio ontem no colégio Rui Barbosa, centro, onde os professores ACTs faziam a escolha das vagas para a rede de ensino estadual.

Elenir Nunes Barsh, 44 anos, Daisy Barsch Guiesel, 21, e Ana Rosa Peres, 33, experimentaram o amargo desses sentimentos: as três não conseguiram vaga para trabalhar. Elas tentaram em vão, por mais de três horas, obter o emprego e não se conformaram com o fim das vagas para lecionar da 1ª a 4ª séries. "Estamos aqui pelo costume", disse Ana Rosa, que lecionou em três escolas diferentes em 97 e ganhou R$ 165,00 por mês.

O coordenador regional do Sinte, Mauri Matos de Freitas, acredita que cerca de 600 professores ACTs devem ficar sem trabalho em Joinville. O número equivale a metade dos professores que trabalharam com contratos temporários no ano passado. (JA)


Presidente do TJ inaugura o fórum da universidade

Blumenau - O presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina e a direção da Universidade Regional de Blumenau (Furb) inauguraram ontem o Fórum da Universidade, que será sede do Juizado Especial da comarca de Blumenau. A instituição terá competência para processar e julgar causas cíveis de menor complexidade, cujo valor não ultrapasse 40 salários mínimos e, em regime de exceção, as causas cíveis comerciais, família e sucessões e demais causas da jurisdição comum aforadas pelo serviço Judiciário da Furb.

Esta é a quarta unidade jurisdicional do Tribunal de Justiça em instituições de ensino superior catarinenses. A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis, Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e Universidade do Sul (Unisul), de Tubarão, já atendem causas do Juizado Especial. Em Blumenau, a novidade é que o Fórum vai atender, além dos 3.780 processos em andamento hoje no Juizado Especial da comarca de Blumenau, os 800 atendimentos mensais realizados pelo Serviço Judiciário da Furb, informou o diretor do Centro de Ciências Jurídicas da Furb, João José Leal.

Outra novidade é que as causas com valor de até 20 salários mínimos dispensam a presença de advogado e são encaminhadas, depois do atendimento inicial, no próprio Fórum, para uma audiência de conciliação, acrescentou a juíza Ana Paula Varella, responsável pelo Fórum da Universidade.

Acima Mensagens Assinaturas Calendário Acima
Capa Imagem_Mapa
Copyright © 1996 ® ANotícia - Todos os direitos reservados -- Webmaster: Avelar Lívio dos Santos, jornalista, RP MTr/PR 890
E X P E D I E N T E
Telefone: 055-47 3431-9000 - Telefax: 055-047 433 6699
Rua Caçador, 112, CEP: 89203-610 - Caixa Posta: 2 - 89201-972
Joinville, Santa Catarina - BRASIL