Joinville         -          Terça-feira, 5 de Setembro de 2000         -          Santa Catarina - Brasil
 
 

ANotícia  

P  
O  
L  
Í  
C  
I  
A  













Irmãos morrem atropelados
quando voltavam da escola

Polícia procura carro que matou aluna em Lages e desapareceu

Marcos Horostecki

O retorno para casa depois de uma manhã tranqüila na escola terminou em morte, ontem, por volta do meio dia, para os irmãos L.F.F., de 10 anos, e S.F., de 7. Os dois foram atropelados por um caminhão Mercedes-Benz logo depois de descerem de um ônibus, no acesso Plínio Arlindo De Nês, entre Chapecó e a BR-282. O trecho é um dos mais violentos da região Oeste e um dos mais movimentados do Estado.
Segundo levantamento realizado pela Polícia Civil, o acidente ocorreu quando as duas crianças tentavam atravessar a pista. O motorista do caminhão MJS-1620 (Rio do Sul), Antonio Carlos de Pádua, 48, teria sido pego de surpresa e nada pode fazer para evitar o atropelamento. Ele compareceu na 2ª Delegacia de Polícia para prestar depoimento e foi liberado logo em seguida, depois de passar pelo teste do bafômetro, onde ficou comprovado que ele não havia ingerido bebida alcoólica.
Pádua disse aos policiais que só percebeu o que tinha ocorrido quando viu os corpos das duas crianças sobre a pista. Ele teria aguardado a chegada do socorro e levado o caminhão, logo em seguida, para o posto da Polícia Rodoviária Federal, na cidade de Xanxerê.
O Corpo de Bombeiros chegou a encaminhar L.F.F. para o Pronto Socorro do Hospital Regional do Oeste, em Chapecó. Ele foi submetido à cirurgia de emergência, mas não resistiu aos ferimentos. S.F. teve morte praticamente instantânea. Os dois apresentavam traumatismo craniano e fraturas de pernas, braços e tórax.
Segundo relatório da equipe de socorro, os menores não chegaram a ser colhidos pelos pneus do caminhão. Bateram com a cabeça e partes do corpo na frente do caminhão e sofreram dezenas de escoriações devido ao contato com o asfalto. O enterro dos dois irmãos está programado para às 10 horas de hoje, no cemitério ecumênico de Chapecó.
Em Lages, a polícia ainda não identificou o motorista do Opala que atropelou e matou a estudante Ana Carla Fernandes Osório, 14. O acidente ocorreu por volta das 20h20 de sábado, na avenida Duque de Caxias, próximo ao centro da cidade. Uma outra garota, que estava pouco atrás da vítima, disse à polícia que o Opala estava em alta velocidade e colheu a menina em cheio, jogando-a no acostamento, do outro lado da pista.
Ana Carla morreu na hora. O Opala fugiu em disparada por uma rua perpendicular e não foi possível anotar a numeração da placa. (Colaborou Loreno Siega)


Dez feridos em choque
de Kombi com trator

Tunápolis/Blumenau/Anhanduí - O choque entre uma Kombi e um trator, por volta do meio-dia de ontem, deixou um saldo de 10 pessoas feridas, das quais oito com gravidade. O acidente aconteceu na SC-493, no trevo de acesso ao município de Santa Helena, no Extremo-oeste do Estado, e envolveu a Kombi LXO-0234, de propriedade da Prefeitura de Tunápolis, e o trator conduzido pelo agricultor Luiz Ghizzi, 53, residente na Linha Santana, interior de Santa Helena. A Kombi chocou-se contra a lateral do trator quando este atravessava a pista.
A Kombi, conduzida por Sirio Renpel, 49, levava oito passageiros que retornavam de São Miguel do Oeste, onde foram realizar consulta médica. O choque foi tão violento que a roda traseira do trator entrou dentro da Kombi. Grande parte dos passageiros ficou presa e foi retirada pelos bombeiros de São Miguel do Oeste, com ajuda de policiais rodoviários. As vítimas foram conduzidas para o Hospital de Tunápolis e depois para o Hospital São Miguel e Hospital Regional de Chapecó.
As vítimas foram: Pedro Inácio Braun, 54; Ivani Staub Nicodem, 29; Carine Luiz Nicodem, 5; Sirio Renpel, 49; Blasius Francener, 55; Terezinha Mombach, 62; Lúcia Sehn Ebing, 43; Eugênia Knecht, 57; Jacinta Roesing da Silva, 34, e Luiz Ghizzi, 53. Lúcia Sehn Ebing perdeu as duas pernas. Pelo menos oito correm sério risco de morte.
Em Blumenau, por volta das 11 horas de ontem, Celso Alves, 42, bateu de frente o Passat que conduzia em um poste da rede elétrica no bairro da Velha. O acidente foi tão violento que os bombeiros levaram cerca de 40 minutos para retirar Alves das ferragens do automóvel.
A ultrapassagem forçada do Fiat Uno CCE-0225 (Joinville), dirigido por Gilmar Barbosa Braga, 37, causou a morte de três de seus quatro ocupantes. Além de Gilmar, também morreram José Geraldo Teixeira, 40, e Milton Francisco, 56. O outro ocupante, Mário Sabino, 49, está internado em estado grave. O acidente foi na tarde de ontem, na BR-163, em Anhanduí, nas proximidades de Campo Grande/MS. O Uno chocou-se com um caminhão Mercedes-Benz. (Edson Fuhrmann e Aline Parodi)


Fracassa tentativa de fuga
em penitenciária da Ilha

Florianópolis - Dois presos da ala de segurança máxima da Penitenciária da Capital tomaram um companheiro de cela como refém, ontem de manhã, numa tentativa de fuga que foi abortada à custa da invasão da cela por parte da PM, precedida pela explosão de uma bomba de efeito moral. O refém foi todo cortado com cacos de vidro e teve de ser socorrido ao Hospital Universitário. A invasão do cubículo, por parte de integrantes da Companhia de Guarda da PM, foi descrita pelo diretor da cadeia, tenente do Exército Renato Sansão, 54, como "rápida, precisa, tática e eficaz".
Os presos - Paulo César Leal Filho, condenado por assalto e estupro, e Geraldo da Silva Lima, condenado por assalto - pretendiam fazer refém o agente prisional Valcir Campolino Ramos, na hora em que o café da manhã era servido, às 7h20. Quem serviu a bandeja na cela, porém, foi outro detento, Antônio Carlos Paim de Oliveira, o "Botafogo". Mesmo assim, Paulo César e Geraldo o agarraram e o puxaram de encontro às grades. Mas "Botafogo", preso de bom comportamento que está na "regalia" (tem mais liberdade dentro da prisão), conseguiu desvencilhar-se, mesmo ferido.
Vendo que a tentativa de fuga estava fracassando, os dois presos resolveram tomar outro refém e agarraram Gentil Inácio Hipólito, seu companheiro de cela. Gentil foi imobilizado e, segundo o diretor da Penitenciária, começou a ser cortado com um caco de vidro.
Sansão contou que os presos exigiam a presença da imprensa e reclamavam da situação penal. "Eu disse que não me importava se ele tinha apelado da sentença, porque, para mim, o que estava acontecendo é que eles estavam ferindo um companheiro, um ser humano", disse. O diretor informou que, depois de autorizada a invasão, "em 52 segundos, os presos foram dominados e arrancados da cela". (Marco Antonio Zanfra)


Caminhão apreendido pela
polícia após ser furtado

Rio do Sul/Tubarão - A Polícia Rodoviária Federal apreendeu, por volta das 2 horas da madrugada de ontem, no seu posto localizado no bairro Rainha, em Rio do Sul, o caminhão Mercedes-Benz AEW-4649 (Joinville), que havia sido furtado por volta da meia-noite, defronte a casa do seu proprietário, Paulo Tadeu da Silva, no bairro Rio Morto, em Indaial. Também foi apreendido pela Polícia Militar o Passat LXK-2775 (São José dos Pinhais/PR), na estrada Blumenau, que vinha como batedor do caminhão. O seu motorista Osvaldo Miguel, 42, assim como dois dos três ocupantes do Passat, Sérgio Dick, 26, e Áureo Branco de Campos, 43, foram presos em flagrante, acusados de furto de veículo e formação de quadrilha.
De acordo com o delegado Luiz Carlos Gonçalves, a vítima ouviu quando o motor do caminhão foi acionado, levantou, pegou outro carro e passou a seguí-lo em direção a Rio do Sul. Viu que o Passat atuava como batedor, fazendo escolta, fato inclusive assumido por um dos seus ocupantes em depoimento. Quando chegou em Apiúna fez a ultrapassagem para ganhar tempo e acionar a PRF em Rio do Sul.
No momento em que o Mercedes-Benz, que estava carregado com calcário, se aproximou foi abordado pelos policiais rodoviários, que fizeram a sua apreensão. Mas o Passat desviou por Lontras. A PRF, ao perceber que o automóvel não vinha, acionou a PM que efetuou o cerco, no bairro Taboão. Mesmo assim um dos ocupantes conseguiu fugir pelo mato. Os três acusados foram encaminhados para Indaial.
No sábado, a Polícia Rodoviária Federal, depois de uma perseguição, conseguiu prender, no município de Jaguaruna, o vendedor Antonio da Silva Lombaldo, 27. Lombaldo e um parceiro, identificado apenas como Álvaro, são acusados de tentativa de assalto contra o representante comercial R.K.M., 41, que transportava em uma Fiorino medicamentos farmacêuticos. Os acusados foram detidos em uma barreira policial e com eles foram encontrados um revólver calibre 38 e R$ 150,00 em dinheiro. O colega de Lombaldo conseguiu escapar.


Assaltante armado
leva R$ 2 mil de farmácia

Unipraias, um paraíso em três atos
Com apenas um ano de atividades, parque localizado em Balneário Camboriú já virou referência para o turismo em Santa Catarina.  AN_Turismo 
Lages/Concórdia - Um homem armado assaltou, às 8h15 de ontem, a Farmácia do Sesi, no bairro Coral, em Lages, e levou cerca de R$ 2 mil. O assaltante pegou uma funcionária e uma cliente e levou-as até os fundos, onde encontravam-se outros dois funcionários. Ele exigiu que o funcionário Rodrigo Seeber abrisse o cofre e entregasse tudo o que havia em dinheiro. Em seguida saiu pela porta da frente. A polícia foi acionada mas não conseguiu deter o assaltante.
A Polícia Civil de Concórdia está pedindo ajuda à população para prender uma quadrilha que assaltou três farmácias em uma semana. Todos os assaltos foram semelhantes e envolveram quantias pequenas de dinheiro. Um homem entrava na farmácia com uma arma em punho, rendia os funcionários e levava o dinheiro da caixa registradora. O restante da quadrilha ficava do lado de fora dando cobertura. Retratos falados dos suspeitos estão disponíveis na Delegacia de Polícia.

Manchetes AN

Das últimas edições de Polícia
04/09 - Dupla assalta ônibus interestadual no PR
03/09 - Crime do trator ainda é mistério
02/09 - Preso acusado de assalto
01/09 - Policiais evitam mais um golpe do chute em Joinville
31/08 - Professora seqüestrada por dupla que fugia de Itajaí
30/08 - Investigada quadrilha que desviava carga
29/08 - Corpo de adolescente achado em rio

Leia também

Romeiros caem no golpe
da viagem fantasma

São José - O agente de viagem Eloir Dal Pizol, 32, foi preso na noite de sábado, acusado de lesar 102 pessoas que o haviam contratado para fazer uma viagem até Aparecida do Norte, em São Paulo. Dal Pizol, dono da agência Popsul - que ele confessou ser uma empresa fantasma - vendeu os "pacotes" a R$ 165,00 por pessoa, incluindo passagem de ônibus, hotel e refeição, mas não garantiu nem os ônibus. Os turistas ficaram esperando em vão na igreja de São Judas Tadeu, em Barreiros, São José, e no largo da Alfândega, na Capital.
Os passageiros que esperavam o ônibus na igreja de São Judas Tadeu haviam contratado a viagem em abril, segundo Alci de Oliveira Peixoto, coordenador do "movimento de irmãos" da paróquia. A partida estava marcada para a noite de sexta-feira. Como a viagem não aconteceu, os organizadores foram procurar Dal Pizol no sábado e o encontraram no largo da Alfândega, à frente de outras 30 pessoas que tiveram a ida a Aparecida frustrada.


Assassinato de jovem
já tem dois suspeitos

Caçador - A polícia tem dois suspeitos para o assassinato da estudante Miriane Proença, 19, ocorrido no final de semana, em Caçador. O corpo da jovem foi encontrado na barragem da empresa Tedesco. A causa da morte de Miriane foi traumatismo craniano encefálico e de acordo com o médico legista, antes de ser morta, foi vítima de atentado violento ao pudor. A estudante apresentava escoriações pelo corpo e sinal de uma forte pancada na cabeça. "Ainda não está descartada a hipótese dela ter sido morta a golpes de porrete", informa a delegada Olívia Moretto Candido Souza, da Delegacia da Mulher.
Miriane, que trabalhava durante o dia em uma creche municipal, saiu de casa sexta-feira, por volta das 18h30, para ir estudar. Encontrou uma amiga e foram para a casa de um amigo de seu namorado. Mais tarde, com mais um rapaz, se dirigiram para a rua Brasília, de onde a vítima foi para o colégio. Depois de algumas horas as amigas voltaram a se encontrar e foram para uma danceteria.
De acordo com o depoimento da amiga, em um bar perto da danceteria encontraram alguns rapazes, inclusive um desconhecido. Depois de terem tomado várias doses de bebida alcoólica, Miriane e o desconhecido saíram juntos, rumo à danceteria. Foi a última vez que a amiga viu a moça com vida. A brutalidade do crime chocou a comunidade. No decorrer desta semana, pessoas que já foram ouvidas no caso retornarão à delegacia para fazer reconhecimento dos suspeitos em fotografias.


Drogas - Apelos de pais e professores de escolas do bairro Costa e Silva levaram agentes da Divisão de Operações Especiais (DOP) a fecharem o Bar do Cheiro, no bairro Costa e Silva, denunciado como sendo ponto de venda de drogas. A operação aconteceu na sexta-feira, à noite, quando foram apreendidos 11 papelotes de crack e cocaína. Paulo Clemente de Campos, 32, foi preso e disse que era empregado do "Cheiro", que não estava no local. Ele disse que é viciado, que adquire drogas de um mototaxista.

 
Copyright © 2000 A Notícia - Fone: 055-0xx47 431 9000 - Fax: 055-0xx47 431 9100 - Rua Caçador, 112 - CEP 89203-610 - C. Postal: 2 - 89201-972 - Joinville - SC - BRASIL - EXPEDIENTE
 

Torque ComunicaÁ„o e Internet