Joinville         -          Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2002         -          Santa Catarina - Brasil
 
 

ANotícia  

G  
E  
R  
A  
L  



 



Polícia estoura
desmanche de
carros em Lages

Investigação quer agora descobrir possibilidade de ligação com a Hankook Pneus, de Tubarão

Cinco pessoas suspeitas de fazer parte de uma quadrilha de desmanche de automóveis roubados foram presas ontem, em Lages, depois que a Polícia Militar estourou o local onde os veículos era adulterados ou desmanchados. Nos últimos dias, 13 automóveis foram preparados na oficina, localizada em um bairro da periferia da cidade.
Entre os suspeitos detidos estava João Oliveira, o João Caolho, conhecido por suas ligações com quadrilhas de roubo e desmanche de automóveis. Os veículos irão passar por uma perícia que vai determinar sua origem, características e especificações técnicas originais. Um deles, um caminhão Mercedez Benz Vermelho, foi inteiramente pintado de vermelho e teve a numeração do chassis adulterada. Originalmente, era amarelo.
O ministério público do Paraná e de Santa Catarina já vinha investigando a quadrilha desde o ano passado. Suspeita-se que mais de 100 carros tenham sido roubados do Paraná e trazidos para o Planalto serrano. O MP agora vai apurar possíveis ligações da quadrilha presa ontem com a máfia do desmanche de Tubarão, no Sul do Estado. No entanto, o delegado de Polícia do Interior. Maurício José Eskudlark, que estava em Lages, não acredita na possibilidade de ligação entre os dois casos.

TUBARÃO

Outro acusado de ter participação no envolvimento do caso de furto, roubo e desmanche de veículos, em Tubarão, Walnei Mozerle Antunes, o Aranha, prestou depoimento ontem na Diretoria de Investigação Criminal (Dic) da cidade. O conteúdo do depoimento, encerrado às 21h, não foi divulgado pelo delegado da Diretoria estadual de Investigação Criminal (Deic), Dirceu Silveira. Aranha estava detido no alojamento da DIC de Tubarão desde o dia da sua prisão, segunda-feira, e ontem à noite foi transferido para o Presídio Público de Tubarão. Pela manhã, Aranha havia prestado depoimento à promotoria de Justiça, no Fórum de Tubarão.
Informações extra-oficiais alegam que Aranha trabalhava com o empresário foragido Flávio Bernadino dos Santos, dono da Hankook Pneus, na época em que ainda funcionava a empresa Flavete Transportes. Depois de fechada, ele começou a prestar serviços esporádicos para o ex-patrão. Quando foi preso num sítio de um primo em Lages, após o cumprimento de uma mandado de prisão provisório, Araranha alegou que a camionete com placas de São Paulo, apreendida com ele, era de Flávio. O veículo estava no nome de Walnei e a perícia comprovou terça-feira a adulteração no motor. Ontem mais três veículos foram apreendidos e levados à perícia.
A Secretaria de Segurança Pública do Estado, informou ontem, via assessoria de comunicação, que muitas vítimas de furto e roubo de São Paulo estão procurando a DIC. Para facilitar os trabalhos, a polícia montou uma equipe apenas direcionada a atender proprietários de veículos roubados em outros Estados.
As pessoas podem entrar em contato pelo telefone (632-9446) e mandar documentos do veículo através de fax. Depois disto, a equipe policial investiga se há algum envolvimento com o desmanche de Tubarão e dão uma resposta. Na Hankook Pneus, um policial e um perito ficam das 14 às 16 horas, prestando atendimento ao público.


Diretor do Detran nega
afastamento de funcionário

Florianópolis - O delegado Ademir Serafim, titular da Diretoria Estadual de Trânsito (Detran), desmentiu ontem que qualquer funcionário da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Florianópolis tivesse sido afastado de suas funções em virtude da descoberta de seu envolvimento em irregularidades. Ele aproveitou para criticar notícias "infundadas" que estariam sendo divulgadas pela imprensa a respeito da auditagem que está sendo desenvolvida no órgão. "Ninguém está afastado, e o pessoal aqui está querendo saber quem é que está passando essas informações falsas para a imprensa", reclamou.
"Não é possível pegar dezenas de milhares de documentos e, de uma para outra, chegar a essas conclusões que a imprensa está noticiando. A mesma auditagem que está sendo feita em Tubarão, está sendo feita também em São José e Florianópolis e essa auditagem depende de muitos critérios", contou. "O destino dessas informações falsas é cair no vazio", disse.
Ademir Serafim tentou reunir-se com o secretário da Segurança Pública, Antenor Chinato Ribeiro, na tarde de quarta-feira, mas, como Chinato teria de participar de encontro do Conselho Superior de Segurança Pública, sua reunião teve de ser adiada. De Itajaí, onde estava ontem, o diretor do Detran informou que deve encontrar-se com o secretário apenas a partir da próxima semana.


Chassis encontrado em
Ibirama é investigado

Ibirama - O chassi encontrado na quarta-feira no fundo do rio, na localidade de Caminho do Meio, em Ibirama, região do Alto Vale do Itajaí, pertence a camionete F-1000, placas QTT-4644 (Rio de Janeiro).
O delegado Almiro Costa adiantou que a perícia conseguiu a identificar com base nos três últimos números que permaneciam intactos. O veículo pertencia a Companhia de Energia Elétrica fluminense, a Ligth, e foi leiloado junto com outra camionete no ano passado, mas o responsável pelo setor de patrimônio não soube informar se era a incendiada ou a sucateada.
As investigações para levantar a existência de outros veículos que foram desmanchados na chapeação de Valmir Barcelos, que está preso acusado de receptação e formação de quadrilha, vão continuar depois do Carnaval. Costa acredita como a documentação e o chassi eram "quentes", na oficina foram jogadas a carroceria, cabine, motor e caixa de câmbio da F-1000, furtada em Blumenau.
O proprietário inclusive fez a identificação das peças depois que a oficina foi estourada pela polícia, no último dia 21. O veículo teria sido vendido a Barcelos por José Gilmar Alves, o Preto, que foi preso em flagrante em Blumenau, acusado de falsidade ideológica, numa transação ocorrida num hotel, em Apiúna.
Ele nega que tenha sido o autor do furto, embora tenha sido reconhecido por vítima de assalto a mão armada de um caminhão no Paraná, colocando a responsabilidade no dono da oficina. Este por sua vez se considera inocente, alegando que fazia a prestação de serviços para garagistas de Blumenau, sem saber que os veículos eram furtados.


Caminhões enfrentam restrição em BR

Rio do Sul - A partir das 14 horas de hoje até amanhã, no mesmo horário, todos os caminhões acima de 18,15 metros de comprimento, que necessitam de autorização especial de trânsito (AET) estarão proibidos de trafegar nas rodovias federais com pistas simples de todo o País. O alerta foi feito pelo inspetor operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rio do Sul, Cristiano Mello da Rosa. Em Santa Catarina, além do trecho não duplicado da BR-101, entre Santo Amaro da Imperatriz e a divisa com o Rio Grande do Sul, a medida vale para as BRs 116, 153, 163, 280, 282, 285, 486, 470 e 477.
Na terça-feira a proibição será entre às 7 e às 14 horas, sendo normal nos demais dias de Carnaval. Rosa disse que esta é a primeira vez, pelo menos no Estado, que o tráfego de cegonheiros (caminhões que transportam automóveis), reboques conhecidos como Romeu e Julieta e os treminhões - denominação dos articulados - é proibido nas rodovias federal. A determinação é para evitar filas, fazendo com que o trânsito dos demais veículos flua normal, sem engarrafamentos.
O inspetor adiantou que os caminhões que não respeitarem a medida ficarão retidos nos postos da Polícia Rodoviária Federal, até no horário que acontece a liberação do trânsito. "Os motoristas que insistirem serão multados e se necessário, dependendo da situação, presos em flagrante", acrescentou.
Com a proibição, além de evitar os engarrafamentos, a PRF espera também reduzir o número de acidentes durante a Operação Carnaval, que inicia hoje. O inspetor observou que na BR-470 a maioria dos caminhões que trafegam com mais de 18,5 metros de comprimento são os que transportam pinus para as indústrias madeireiras da região. A sua preocupação é que a determinação teve pouca divulgação, razão pela qual muitos motoristas serão obrigados a ficar parados a partir de hoje às 14 horas, até amanhã, neste mesmo horário e na quarta-feira entre às 7 e às 14 horas. Nem mesmo à noite o tráfego será liberado.


Reforço da PRF
nas estradas

Policiamento terá acréscimo de 25% durante Operação Carnaval. Meta é reduzir mortes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está reforçando o policiamento nas estradas federais de Santa Catarina durante as festas de Momo. Desde a zero hora de hoje até o meio-dia da Quarta-feira de Cinzas, está sendo realizada a Operação Carnaval, que pretende reduzir o número de acidentes, mortos e feridos durante o feriadão. No total, o efetivo nas estradas será de 300 policiais, 25% a mais que o registrado rotineiramente.
No Carnaval do ano passado foram registrados 243 acidentes, 140 feridos e nove mortos. Embora o número de vítimas fatais tenha permanecido o mesmo de 2000, o percentual de feridos subiu 15%, passando de 121 para 140. O aumento do número de policiais foi possível com o remanejamento do pessoal que trabalha na área administrativa e a redução do período de folga.
O trecho Sul da BR-101 é o que mais preocupa e deve ser um dos principais alvos da Operação Carnaval. O trecho tem pista simples e a estimativa é que o número de turistas que deverá se deslocar em direção a Laguna, conhecido reduto carnavalesco, seja grande. A BR-470 também será alvo de atenção pelo grande número de pessoas que se deslocarão do interior para o litoral.
Já a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) fará a Operação Alegria, através de 18 postos rodoviários, utilizando 500 policiais. Serão patrulhadas em esquema de revezamento 72 rodovias, totalizando uma malha viária de 2.763,6 km.
O comando da PRE desenvolverá um programa de conscientização dos usuários, prevenindo a ocorrência de acidentes e recomendando aos turistas que não dirijam após ingerir álcool e usem o cinto de segurança. Também serão reiteradas explicações sobre os limites de velocidade e regras gerais de circulação de veículos nas rodovias.

Sem retorno

A PRF não realizará a Operação Retorno neste domingo de Carnaval. Essa operação prevê a transformação da BR-101 trecho Sul, em pista única, sentido Sul/Norte desde a praia do Sonho até o trevo de entrada de Santo Amaro do Imperatriz. Devido ao feriado prolongado, o movimento nas rodovias federais, principalmente na BR-101, deve ser maior no início e final do feriadão e, por esta razão, não deve haver congestionamento no domingo. A Operação Retorno volta a ser realizada no domingo dia 17, das 17h30 às 19 horas.


Boa alimentação garante energia

Joinville/Florianópolis - Cair na folia e aproveitar, até o último minuto, o ritmo das baterias de escolas de samba e trios elétricos é a única preocupação dos foliões nos próximos cinco dias. A tarefa, a princípio simples, pode se transformar num problema quando o "festeiro de plantão" não toma alguns cuidados. A recomendação para aqueles que estão dispostos a curtir todos os momentos da festa é simples: alimentação saudável e corpo hidratado.
O cuidado especial é facilmente justificado quando avaliado o inevitável desgaste corporal. Alguns dos músculos do corpo, pouco utilizados na realização de outros exercícios - principalmente entre aqueles que estão um pouco fora de forma -, passam a ser requisitados repentinamente no momento da folia. A atividade intensa acaba sendo responsável pela liberação de toxinas no organismo e pelas conseqüentes caimbras e fadiga. O cansaço é inevitável. "O folião pode minimizar o desgaste físico ingerindo líquidos - água e sucos - antes, durante, depois da festa", explicou a nutricionista Luciana da Graça da Costa. A dica também é útil no momento de driblar os efeitos dos habituais excessos alcoólicos.
O cardápio não é dos mais complicados. A hidratação é baseada na ingestão de água, chás (o de gengibre é um excelente estimulante) e de sucos de frutas - incluindo os de frutas mais calóricas como a manga. A alimentação deve ser balanceada pelas frutas e verduras frescas e pela carne branca - de fácil digestão. A ingestão de lanches rápidos e gordurosos é desaconselhada. Outro importante recado é dado aos foliões: "não se esqueça de fazer sexo seguro".

Sol e calor

O tempo vai colaborar com a folia em Santa Catarina. A partir de hoje o Sol volta a aparecer e as chuvas passam a ocorrer em forma de pancadas isoladas no final da tarde e noite, típicas de verão, em todas as regiões catarinenses. Essas chuvas não devem atrapalhar a festa, mas apenas dar uma amenizada no calor. As temperaturas estarão elevadas, com máximas superando facilmente os 30 graus na maior parte do Estado.
Na madrugada de hoje, o tempo ainda fica instável e sujeito a chuvas isoladas entre o Planalto e o Litoral catarinense devido à proximidade de um sistema de baixa pressão. No decorrer da manhã este sistema se afasta para o mar e o Sol aparece em todas as regiões, favorecendo a rápida elevação das temperaturas.


Atenção à segurança

Joaçaba - A Polícia Militar de Joaçaba e de Herval do Oeste está reforçando o efetivo para fazer o trabalho de segurança durante o Carnaval de Joaçaba, o que vai ser feito tanto durante a realização dos desfiles de amanhã e de segunda-feira, quanto nos bailes nos clubes. Segundo o major Luiz Roberto De Quadros, comandante da 1ª Companhia da Polícia Militar de Herval do Oeste, o efetivo que vai trabalhar no Carnaval é de cerca de 120 policiais - mais de 50 estarão circulando diariamente pelas ruas com viaturas e cavalos. A maioria dos policiais vem de outros municípios das regiões do Oeste e do Meio-oeste catarinense.
A PM também vai montar barreiras nos quatro principais acessos a Joaçaba. As blitz terão por objetivo reforçar o trabalho de vistoria de veículos no que diz respeito à documentação e direção alcoolizada. Juntos estarão atuando profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, que orientarão os motoristas para os cuidados com doenças como a dengue e as sexualmente transmissíveis, como a AIDS. Também serão distribuídos preservativos.
A segurança será reforçada também pela comissão organizadora do Carnaval, com a contratação de 45 homens que vão garantir a tranqüilidade dentro da avenida.


Enterro da tristeza
antecipa Carnaval

Folia começa oficialmente hoje, mas festa já está na rua

Florianópolis/Criciúma/Imbituba - Embora o Carnaval de Florianópolis só comece oficialmente hoje, os foliões já fizeram uma prévia da festa ontem pelas principais ruas centrais da cidade. O bloco S.O.S., formado por servidores da Fundação Hospitalar de Santa Catarina, fez o enterro da tristeza.
Puxado pela banda Nossa Senhora da Lapa, o cortejo saiu da avenida Hercílio Luz, passou pela praça 15, percorreu o calçadão da Felipe Schmidt e seguiu até o Mercado Público, onde foi feito o enterro. Dentro dos caixões que representavam a tristeza estavam o cozinheiro Antenor da Costa e o servidor público Nilson Ramos. A brincadeira teve atestado de óbito e viúva. O bloco sai novamente amanhã.
Para hoje estão previstos os bailes públicos. As bandas estarão tocando a partir das 22 horas em três pontos do centro: largo da Alfândega, praça 15, em frente à Catedral, e avenida Hercílio Luz, próximo ao Clube 12.
Os primeiros concursos do Carnaval de rua de Criciúma serão realizados hoje, a partir das 21 horas, na passarela do samba, instalada pela primeira vez na avenida Centenário, bairro Pinheirinho, zona Sul da cidade. Depois de receber as chaves da cidade, o rei Momo Mauro Demétrio, o "Menino", determina o início do concurso para escolha da melhor bateria e da cidadã-samba, entre as nove escolas de samba da cidade. Ao final das apresentações, por volta da meia-noite, acontece o baile público com a banda "Mania de Você", de Torres (RS).
Para amanhã, a programação prevê às 10h30, na praça Nereu Ramos, a apresentação das duas escolas de samba mirim que participam do Carnaval de Criciúma. Ao meio-dia, a Liga das Entidades Carnavalescas de Criciúma (Lecc), promove sua tradicional feijoada, no restaurante da Vila Olímpica e a partir das 21h30, na passarela do samba, serão realizados os desfiles das escolas do grupo especial: Unidos do Bairro Santo Antônio e Imperatriz Belunense, de Siderópolis.
Antes delas, se apresenta o bloco étnico Iakekerê, que não participa das disputas, mas é uma das atrações do evento. Por volta de 1h15 tem início o baile público com a banda "Trato Feito", de Porto Alegre (RS).

Bailes

O tradicional baile municipal, no Imbituba Atlético Clube, abre hoje, às 23 horas, o Carnaval de Imbituba. Ao todo são cinco dias de diversão. De amanhãs a terça-feira, as noites carnavalescas serão nas areias da praia da Vila, em frente ao posto salva-vidas. A animação fica por conta da banda Juízo Final, tocando das 22 horas até às 7 horas. "Esperamos um público de 100 mil pessoas durante as quatros noites", diz o secretário de Turismo Wagner dos Santos.
Como infra-estrutura, a Prefeitura preparou um palco profissional, área de estacionamento, dez banheiros químicos, área de alimentação com dez barracas e quatro postes com refletores cedidos pela Celesc. De acordo com o secretário, a segurança também foi reforçada. "Contratamos 60 seguranças e transformamos o posto salva-vidas em enfermaria na parte de baixo e posto da Polícia Militar em cima."


Reforço nos hospitais estaduais

Florianópolis - Os hospitais do Estado vão reforçar as escalas de plantão das emergências, unidades de terapias intensiva (UTIs) e centros cirúrgicos durante os dias de Carnaval. A informação da Secretaria de Estado da Saúde é que hospitais da Capital, de São José e de Joinville aumentarão suas escalas para atender um número maior de pacientes. "Tanto os funcionários que trabalham diretamente com os pacientes quanto os de função administrativa foram convocados para estarem presentes nas instituições durante o Carnaval", explica Luiz Henrique Saliba, coordenador estadual de Assistência à Saúde.
Entre as unidades que reforçarão seu quadro de funcionários estão o Hospital Governador Celso Ramos e o Infantil Joana de Gusmão, ambos de Florianópolis, Regional Homero de Miranda Gomes, de São José, e Regional Hans Dieter Schmidt, de Joinville. Conforme a Secretaria de Saúde, além do aumento de pessoal, cada instituição vai fazer uma reserva especial de suprimentos para serem usados no feriado.
Em 2001 foi registrado um acréscimo de 17,56% no número de atendimentos realizados nas emergências dos hospitais estaduais, em relação ao mesmo período do ano anterior. Nos 13 hospitais da Secretaria de Saúde localizados em Florianópolis, São José, Joinville, Ibirama, Curitibanos, Araranguá, Itajaí, Xanxerê, Chapecó e Araquari, foram realizados mais de seis mil atendimentos, contra pouco mais de cinco mil no Carnaval de 2000.
Na festa de 2001 houve ainda um crescimento de 10,29% no número de atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito. O número de pessoas feridas por armas brancas, como facas, teve acréscimo de 71,42%. Também foi significativo o aumento na quantidade de pessoas que procuraram as emergências com desidratações, cujo número aumentou de dois em 2000 para 64 em 2001.


Retiro espiritual em São Bento

São Bento do Sul - Cidade de origem germânica, São Bento do Sul não tem tradição carnavalesca. Nem mesmo os salões, com exceção de duas tardes de Carnaval infantil, investem em noites de folia. Com tanta calmaria, a cidade tornou-se sede de um retiro para jovens que repete-se há 23 anos. Promovido pela Missão Evangélica União Cristão, o evento reunirá cerca de 1,5 mil jovens vindos de 50 cidades dos três Estados do Sul e também do Paraguai e da Alemanha. O tema este ano é "Quem tem ouvidos para ouvir, leia". As palestras são voltadas à importância da leitura da Bíblia e de outros livros de formação.
Os inscritos para o retiro ficam acampados nos bosques do Lar Filadélfia, a aproximadamente seis quilômetros do centro da cidade. Escolha profissional, inteligência emocional, ciência e palavra de Deus, "Meus erros, meu rumo", são alguns dos temas a serem abordados nas palestras e seminários. Mas nem só de estudo é feito o retiro. Uma série de atividades esportivas que incluem vôlei, futebol, xadrez e tênis-de-mesa estão programadas. Os jovens chegam na manhã de sábado e ficam até o meio-dia de terça-feira.
O cantor paulista Jorge Camargo fará um show com músicas cristãs. Dois corais, acompanhados de orquestra também vão se apresentar durante o encontro. Além disso, os próprios participantes encarregam-se de trocar as marchinhas e o samba por rodas animadas por músicas de estilo gospel.

Católicos

A Renovação Carismática Católica também realiza retiro de Carnaval no Colégio São Bento, de hoje a domingo. A taxa de inscrição é de R$ 10,00 e é preciso levar Bíblia, roupa de cama e colchonete. O encerramento do encontro será na praça Getúlio Vargas, às 15 horas de domingo, com participação das bandas católicas Vida Nova, de Joinville e Zuryel, de São Bento do Sul.


Municípios do Alto Vale
driblam falta de tradição

Rio do Sul - O Carnaval de rua no Alto Vale do Itajaí promete ser o melhor dos últimos anos. O desfile de blocos será em Ituporanga, Taió, Presidente Getúlio e Rio do Sul, onde hoje será realizada a eleição da rainha, a partir das 20 horas, defronte ao Guiness, seguida de show de banda. Embora a região não tenha tradição carnavalesca, aos poucos os clubes, em conjunto com o poder público, estão promovendo a folia e evitando que os foliões procurem outras cidades.
A programação em Rio do Sul para amanhã é o desfile de escolas de samba e blocos carnavalescos, na Alameda Aristiliano Ramos, a partir das 20 horas. Depois tem baile popular no clube Lira Júnior. No domingo a folia dá uma trégua. Ao invés dos passistas, haverá celebração de missa carismática, com o padre Amarildo Bertoldi, defronte ao show-room da Unidas Veículos, na mesma avenida. Na segunda-feira a animação volta com a apresentação da Banda Frevão, defronte ao Guinnes. No encerramento na terça-feira, as escolas e os blocos voltam a desfilar.
Em Ituporanga o Carnaval inicia hoje com a eleição do rei Momo e da rainha, com a participação de todos os blocos inscritos, a partir das 23 horas, na Sociedade 25 de Abril. O desfile dos seis blocos será amanhã, com início às 20 horas. No domingo, na parte da tarde, tem Carnaval infantil e à noite baile público, igualmente no 25 de Abril. Na segunda-feira, feriado antecipado, os blocos carnavalescos voltam a desfilar a partir das 20 horas. Na terça-feira os blocos participam do futgay. A premiação para os blocos é de R$ 5 mil.
Taió tem o mais tradicional Carnaval da região. A animação inicia hoje e vai até na terça a partir das 20 horas, na rua Coronel Feddersen, com o agito da banda Pérola. No domingo tem o desfile de blocos e de fantasias, no mesmo horário. A novidade é que somente maiores de 12 anos poderão participar. Os blocos que não respeitarem este item do regulamento serão punidos com a perda de pontos. A única exceção é para aqueles que obtiverem autorização judicial antecipada.
O Carnaval de rua em Presidente Getúlio inicia apenas amanhã, na rua Curt Hering, com a animação de um trio elétrico, a partir das 20h30. No domingo no mesmo horário acontece o desfile de blocos. Em seguida começa o baile, no próprio local. Na segunda-feira a folia inicia igualmente às 20h30, com trio elétrico e bandas da região. Para finalizar, na terça-feira a partir das 14h30, tem Carnaval infantil, no Báki Lanches.


Rei Momo dá o
tom da alegria

Blumenau - Está tudo pronto para o início do Carnaval oficial de Blumenau, que começa hoje, a partir das 20h3. Este ano, a folia conta com a rainha, Fabiana Nazário, e o rei Momo, Marcelo Teske, eleitos na semana passada para reinarem soberanos durante os cinco dias de festa. A realeza tem por objetivo puxar a alegria durante todas à noite, convidando os foliões a caírem no samba.
Os blumenauenses tiveram ontem uma mostra do que será o Carnaval, com o desfile do Moval (Movidos a Álcool), quando mais de 100 homens invadiram a tradicional rua 15 de Novembro, vestidos de mulher. Hoje, o Carnaval começa com o desfile dos blocos Gay, Capivara Doida, do Alan Kardec e do Assuntos Para a Juventude, Madrugão e do Garcia.

Samba-raiz

Logo após a passagem dos blocos, a Escola de Samba Unidos da Loca, de Itajaí (com a temática do desfile voltada para a água), encerra os desfiles no centro da cidade. A noite termina com um Carnaval de rua animado pelo grupo de samba-raiz Alma Negra, de Blumenau. A folia não tem hora para acabar. A rua 15 de Novembro será fechada a partir das 19 horas.
De amanhã a terça-feira, o Carnaval de rua acontecerá na rua Amazonas, em frente ao 23º Batalhão de Infantaria (BI). Para garantir a segurança dos foliões, a Secretaria de Turismo, organizadora do Carnaval, fechou parceria com as polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal de Trânsito.


O que funciona do feriadão

  • Bancos - encerram expediente hoje as 14h e reabrem quarta-feira de cinzas, das 11 às 14h
  • Órgãos públicos estaduais e federais - encerram expediente hoje e retornam quarta-feira às 14h
  • Auxílio ao turista - A Embratur disponibiliza o telefone 0800 701 1250 para turistas que precisam de informações ou ajuda

Florianópolis
Órgãos públicos municipais
- fecham hoje às 19h e reabrem quarta às 14h

Comércio
Lojas - sexta, sábado e segunda horário normal; terça fechado; reabre quarta depois do meio-dia

Shoppings
- Beiramar - domingo das 16 às 22h, com a praça de alimentação abrindo às 11 horas; segunda das 10 às 22h; terça abrem as praças de alimentação e lazer, das 11h às 22h; quarta das 13 às 22h, com praça de alimentação abrindo às 11h
- Itaguaçu - domingo, praça de alimentação das 12 às 21h e lojas das 14 às 20h; segunda, praça de alimentação das 10 às 22h e lojas das 10 às 20h; terça, praça de alimentação das 12 às 21h e lojas facultativo das 14 às 20h; quarta a partir das 12h

Saúde
Hospital Governador Celso Ramos
- plantão na emergência
Hospital Infantil Joana de Gusmão - emergência
Maternidade Carmela Dutra - plantão da emergência obstétrica
Hospital do Câncer do Cepon - plantão de emergência
Hospital Regional Homero de Miranda Gomes (São José) - plantão de emergência
Instituto de Cardiologia (São José) - plantão de emergência
Farmácias 24 horas - Catarinense nas filiais do Centro, Estreito, Kobrasol, Pantanal e na farmácia localizada na frente do Beiramar Shopping

Joinville
Prefeitura
- ponto facultativo segunda, terça e quarta

Supermercados
- Angeloni - atendimento da 9 às 22h durante todo o feriadão
- Big Shop - das 9 às 22h durante o feriadão
- Mercado Municipal e Ceasa - fechados terça
Shoppings
- Cidade das Flores - ponto facultativo para lojas na segunda; reabrem quarta às 12h; praça de alimentação funciona todos os dias das 10 às 22h
- Mueller - domingo as lojas abrem das 14 às 20h; segunda abrem das 10 às 22h; terça funcionam só as praças de alimentação e lazer; quarta reabre às 12h
- Americanas - lojas fecham domingo; na segunda, abertura é opcional; terça fecham; quarta reabrem às 12h; praças de alimentação, diversão, cinema funcionam das 10 às 22 durante o período

Saúde
Hospital Regional
- funcionamento é normal (rua Xavier Arp, 23 - fone 461-5500)
Hospital São José - funcionamento é normal (avenida Getúlio Vargas - fone 441-6666)
Maternidade Darci Vargas - funcionamento é normal (rua Miguel Couto - telefone 433-0499)

Rio do Sul
Prefeitura
­ encerra o expediente na sexta às 17h30 e reabre na quarta-feira às 13h

Comércio
Lojas
­ funcionam no sábado das 8 ao meio-dia; segunda-feira das 8 às 12h e das 13h30 às 18h; reabre quarta às 8h
Supermercados - abrem domingo das 8 às 13h segunda das 9 às 20h ou até 22h (Imperatriz e Mezzalira); reabrem quarta às 8h ou às 9h

Saúde
Hospital Regional Alto Vale
- urgências e emergências (fone 47 521-2000)
Farmácia 24 horas - Drogaria e Farmácia Gemballa (rua Carlos Gomes, 47 - fone 47 521-3447)

Joaçaba
Prefeitura
- encerra expediente sexta às 18h e reabre quarta às 13h

Comércio
Lojas
- funcionam sábado das 8 às 12h; reabrem segunda, terça e quarta das 13 às 19h
Supermercados - funcionam sábado das 8 as 19h, segunda e terça das 13 às 20h; quarta das 8 às 12h e das 13h30 às 20h

Saúde
Hospital Santa Terezinha
- plantão (fone 49 522-1977)
Farmácia 24 horas - Drogaria e Farmácia Catarinense (avenida 15 de Novembro, 468 - fone 49 522-1690)

Laguna
Prefeitura
- ponto facultativo segunda e terça; retoma o expediente quarta às 13h

Saúde
Hospital Senhor Bom Jesus dos Passos
- plantão 24 horas; reforço na escala de médicos no sábado, domingo e segunda

Comércio
Lojas - abrem hoje, sábado e segunda das 8 à 12h e das 13h30 às 18h; reabrem quarta a partir da 8h

Chapecó
Prefeitura
- o Pronto Saúde, Programa Adolescentes e Idosos, Manutenção e Serviços Urbanos e a Vigilância Sanitária manterão o atendimento normal; ponto é facultativo nos demais departamentos; coleta de lixo será normal (coleta seletiva não será realizada no dia 12)

Comércio
Lojas
- no sábado abrem até as 17h; segunda abrem das 8 às 18h; reabrem quarta às 13h30
Supermercados - abrem sábado das 8h30 às 21h; domingo das 8h30 às 21h alternadamente (cada estabelecimento fará um turno único de 5h30); segunda das 8h30 às 21; quarta reabrem às 13h30

Saúde
Hospital
- plantão 24 horas no pronto socorro (fone 49 321 6500)
Farmácias 24 horas - Farmácia Catarinense (avenida Getúlio Vargas, centro)

Videira
Prefeitura
- encerra expediente hoje as 17h30; segunda atende das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h30; retoma atendimento quarta às 8h30

Comércio
Lojas
- abrem sábado até as 12h; segunda das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h; terça das 8h30 às 12h e quarta das 13h30 às 18h
Supermercados ­ abrem sábado das 8h30 às 12h e das 13h30 às 19h; segunda 8h30 às 12h e da 13h30 às 20h; terça das 8h30 às 12h e quarta das 13h30 às 18h

Saúde
Hospital Divino Salvador
- regime de plantão (fone 49 566-1522) Hospital Santa Maria - regime de plantão (fone 49 566-0062)
Farmácia de plantão - Drogaria Catarinense (fone 49 566-0002)

Jaraguá do Sul
Prefeitura
- encerra expediente às 13h30 de hoje; ponto facultativo de segunda a quarta-feira; retorna na quinta das 7h30 às 13h30

Comércio
Lojas
- funcionam sábado das 8h30 às 13h; segunda e terça das 8h30 às 13h; quarta das 13 às 19 horas
Shopping Center Breithaupt - de sábado até a quarta-feira das 10 às 22 horas
Supermercados
- Rede Breithaupt - o hiper abrirá sábado das 8 às 22h e no domingo das 9 às 20h; horário das 8 às 22h a partir de segunda-feira.
- Angeloni - no sábado abre das 8 às 21h; domingo das 9 às 17h; atenderá das 8 às 21h todos os dias a partir de segunda.
- Lenzi - sábado abre das 7h30 às 17h; segunda e terça das 8 às 20h; quarta das 13 às 20h
- Vitória - sábado das 8 às 18h; partir de segunda-feira atende das 9 às 20h

Hospitais
Hospital São José - plantão para emergências (fone 47 371-1977)
Hospital Jaraguá - plantão para emergências, com atendimento de pediatria (fone 47 371-1300)
Farmácia 24 horas - Drogaria Catarinense (rua Epitácio Pessoa, 111); tele-entrega pelo 371-2300

Brusque
Prefeitura
- repartições públicas encerram expediente hoje às 17h30 e reabrem quarta às 8h
Coleta de Lixo - funciona todos os dias

Comércio
Lojas do centro
- funcionam sábado das 8 às 12h; segunda das 8 às 18h; reabrem quarta às 8h

Shoppings
- Stop Shop - funciona Sábado das 8 às 17h; segunda e terça das 8 às 19h
- Bruem - funciona sábado, segunda e terça das 9 às 19h
- Fip - sábado, segunda e terça das 9 às 19h; domingo das 9 às 17h
- Havan - sábado, segunda e terça das 9 às 19h; domingo das 10 às 18h

Supermercados - funcionam Sábado, Segunda e Terça, das 8 às 21 horas, e Domingo, das 9 às 17 horas

Saúde
Hospital Azambuja
- atende pelo SUS e convênios (rua Azambuja, 1089 - fone 47 351-0066)
Hospital Evangélico - atende somente convênios (rua Pastor Sandrezcky, 148 - fone 47 351-0255)
Farmácia 24 horas - Farmácia Lindóia (avenida Cônsul Carlos Renaux, 48 - fone 47 351-2555)


Udesc
Estão abertas as inscrições para a oficina "Aplicando a ludicidade na disciplina de língua portuguesa (adjetivos e tipos de substantivos)", que será ministrada pela professora Josiane Borgmann Viana, neste sábado, dia 9, na Udesc de Joinville. A taxa de inscrição, que deve ser feita na universodade, é de R$ 15,00.

Concurso
Começaram terça-feira em todas as agências do Besc as inscrições para o concurso público da secretaria da Justiça e Cidadania, de responsabilidade da Udesc. São 360 vagas - 327 de nível médio, 30 superior e 3 de 4a série do ensino fundamental - e as inscrições, que terminam dia 6 de março, custam R$ 80,00 (superior), R$ 60,00 (médio) e R$ 40,00 (fundamental).

Convênio
Entidades não-governamentais com projetos de atendimento a crianças de zero a 6 anos e de apoio a portadores de necessidades especiais e à pessoa idosa assinaram convênio ontem com aPrefeitura Blumenau no valor de R$ 962 mil.

Câncer 1
O uso de lâmpadas para bronzeamento artificial praticamente duplicam os riscos de contrair câncer de pele, segundo um estudo de dermatologistas americanos publicado ontem no Journal of the National Cancer Institute. O risco é 2,5 vezes maior para a ipitelioma espino-celular e 1,5 para a epitelioma baso-celular, as duas formas mais comuns de câncer de pele.

Câncer 2
O risco aumenta de 10 a 20% por cada década adicional de bronzeado artificial, conclui a equipe de pesquisadores dirigida por Margaret Karagas, dermatologista da Universidade de Dartmouth.Estudos epidemiológicos anteriores mostraram a influência deste tipo de lâmpada em outro tipo de câncer de pele, o melanoma. Para o estudo, os cientistas interrogaram 896 doentes de câncer e 540 pessoas saudáveis, de 25 a 74 anos, sobre seus hábitos.

GASOLINA
O presidente da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis, Luiz Gil Siuffo Pereira, disse ontem que cerca de 10% da gasolina comercializada no Brasil é adulterada e acusou a Agência Nacional de Petróleo (ANP) de ser "ineficiente" no combate à escalada criminosa.De acordo com o empresário, os golpes contra o consumidor evoluem desde 1995 devido à revogação da prerrogativa do Departamento Nacional de Combustíveis (DNC) de autorizar a entrada de solventes no País.

Manchetes AN
Das últimas edições de Geral
07/02 - Deic diz que adulterações eram perfeitas
06/02 - PM pode ficar sem paramédicos
05/02 - Ministério autoriza reativação de poço
04/02 - Cidades do Sul prontas para o Carnaval
03/02 - Um entre 10 moradores da Capital vive em favelas
02/02 - Ativadas multas interestaduais
01/02 - Vendaval causa destruição

Leia também

AN Escola treina
professores em Joinville

Jornal é usado como uma nova ferramenta pedagógica

Joinville - O projeto AN Escola treinou, na terça e quarta-feira desta semana, 98 professores de 5ª a 8ª séries da rede municipal de Joinville. A idéia é introduzir o jornal na sala de aula, auxiliando no processo de ensino-aprendizagem e desenvolvendo o gosto pela leitura. Segundo o coordenador, Marcelo Serpa, professores já estão trabalhando com o jornal A Notícia nas escolas e o treinamento irá facilitar o trabalho, que vai se tornar ainda mais completo.
A professora Míriam Dias, coordenadora pedagógica da Editora Ática, uma das palestrantes, enfocou a temática da importância dos projetos na atividade pedagógica. "Trabalho com o projeto de formação de leitores, enfocando a literatura, pensando na interdisciplinaridade", explica. Segundo ela, é preciso conhecer as propriedades e particularidades do texto informativo que é extraído do jornal. "Tentamos fazer com que o aluno transite da literatura para a informação de forma autônoma", completa.
O coordenador Marcelo Serpa realizou o treinamento e falou aos professores sobre a comunicação escrita e a importância pedagógica, apresentando o programa Jornal na Educação. Este trabalho, apoiado pela Associação Nacional de Jornais (ANJ), é de cunho institucional e cumpre as funções empresarial, educativa e social. Para Serpa, com o AN Escola a informação é colocada na sala de aula diariamente, através do jornal. "Assim, novos cidadãos serão formados e informados, tendo a missão de construir um mundo melhor", enfatiza.
O professor Bento de Oliveira Borges, que é supervisor de língua portuguesa da Secretaria Municipal de Educação, também participou do treinamento e revelou que a evolução do projeto é considerada satisfatória. Informa que com o programa serão abordadas novas formas de trabalhar a leitura. "Trabalhos de alunos apresentados no ano passado mostram que eles conseguiram produzir bons textos e aumentar a criatividade", diz Bento.
A professora de língua portuguesa da Escola Municipal Professora Eladir Skbinski, Diva Barros, conta que o projeto teve boa aceitação entre os alunos, pois com o jornal é possível trabalhar com problemas locais. "Podemos discutir assuntos da atualidade em âmbito local, nacional e internacional", comenta a professora.
Além do treinamento, um suplemento AN Escola irá circular mensalmente com material voltado aos estudantes. Segundo o diretor de circulação de A Notícia, Armando Augusto Tomazi, as escolas receberão temas e os trabalhos desenvolvidos serão publicados no suplemento. "Artigos de cunho pedagógico irão trazer informações aos alunos, professores e os pais", completa o diretor.
Escolas particulares e estaduais também podem ingressar no projeto. Informações podem ser obtidas com o coordenador Marcelo Serpa pelo telefone (47) 431-9294 ou através do e-mail anescola@an.com.br.


Escola para
um só aluno

Guaramirim - A decisão do prefeito Mário Sérgio Peixer (PFL), de negociar a municipalização de 13 escolas de ensino fundamental, que eram atendidas até o ano passado pela Secretaria Estadual de Educação, trouxe à tona o problema de êxodo rural no município. A escola do Bairro João Pessoa, distante 25 quilômetros do centro do município, terá apenas um aluno este ano caso não seja encontrada solução para que o menor possa se deslocar seis quilômetros para pegar um ônibus e ir estudar no bairro Vila Nova, em Joinville. Peixer pretende oferecer uma bicicleta e capa de chuva para que o estudante aceita a proposta. No local não há veículos para que possam realizar o transporte.
A escola chegou a ser utilizada por mais de 20 estudantes de até dez anos, mas com o êxodo, anualmente foi perdendo alunos. No ano passado, os três últimos alunos concluíram a 8ª série e este aluno ou para de estudar ou percorre seis quilômetros para pegar ônibus para ir para Joinville. A Secretaria municipal de Educação pretende oferecer bicicletas para os quatro estudantes possam estudar em Joinville.


Criadouro de mosquito
da dengue nas ruas

Abrigos de ônibus em São Miguel do Oeste retém água e permitem proliferação de larvas

São Miguel do Oeste - Agentes a serviço do setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde de São Miguel do Oeste descobriram que as dezenas de abrigos de ônibus espalhados pelo centro e bairros da cidade são verdadeiros criadouros de larvas do mosquito da dengue. Devido aos canos de ferro que envolvem a estrutura de fibra de vidro do teto, em forma de abóbodas, os abrigos retém por dias a água da chuva, conservando-a limpa e parada. Segundo os agentes, já foram encontradas diversas larvas do mosquito Aedes aegypti nos abrigos.
Para eliminar o problema, os cinco agentes de saúde da Vigilância Epidemiológica da Secretaria começaram ontem um trabalho para permitir o escoamento da água acumulada, depois das chuvas registradas nos últimos dias. A solução encontrada foi fazer diversos furos no teto dos abrigos para impedir a retenção da água. De acordo com os agentes, este é um dos locais preferidos pelo mosquito para depositar seus ovos.
Esse tipo de abrigo de ônibus foi instalado em São Miguel do Oeste em 2000, pela administração municipal, só que não há nenhum sistema de escoamento da água, que fica armazenada entre os ferros e a borda da fibra de vidro.
Em São Miguel do Oeste, os cinco agentes da Saúde fizeram 2.660 visitas em todo o município durante o mês de janeiro, das quais 285 foram em locais de risco, como cemitérios, borracharias, depósitos de ferro velho, oficinas mecânicas e de chapeação. Seis focos do Aedes aegypti foram encontrados. O município ainda não tem nenhum caso suspeito de dengue.
Os dois advogados cariocas que ficaram internados no Hospital e Maternidade Míssen, em São Miguel do Oeste, com quadro clínico grave e cujos sintomas são próprios da dengue, retornaram ontem para o Rio de Janeiro. Apesar disso, o resultado dos exames feitos na coleta de sangue dos dois pacientes ainda não foi divulgado pelo Laboratório Central.


Região carbonífera
investiga cinco suspeitas

Criciúma - Cinco casos suspeitos de dengue estão sendo investigados pela Vigilância Sanitária da região carbonífera. Três deles são de moradores de Criciúma, um de Urussanga e o quinto de Lauro Müller. Apenas o paciente urussanguense está internado. Conforme o secretário municipal de Saúde de Criciúma, Orasil Pina, todos os casos são "importados" e as providências de controle das regiões onde moram, em Criciúma, foram tomadas.
Dos três pacientes de Criciúma suspeitos de portarem dengue, dois são motoristas de caminhão e retornaram recentemente de Pernambuco. A terceira pessoa é uma mulher que passou férias no Rio de Janeiro. O primeiro caso a ser notificado pela Vigilância Sanitária, de um dos motoristas, se deu no final da tarde de terça-feira e os outros dois casos foram registrados na quarta-feira. No início da próxima semana chegam a cidade os resultados dos exames realizados em amostras de sangue coletadas.
Pina ressalta que após as suspeitas um trabalho preventivo foi deflagrado e a partir da próxima semana cerca de 200 pessoas estarão treinadas para evitar a proliferação do mosquito que transmite a doença e a detecção de pacientes contaminados.


Rio poderá perder verba

Rio - O Ministério da Saúde ameaça interromper o repasse dos recursos de Saúde para o governo do Estado do Rio de Janeiro caso o governador Anthony Garotinho (PSB) não explique por que não gastou nenhum centavo dos R$ 11 milhões transferidos ao Estado pela União desde 2000 para combater endemias - doenças tropicais como dengue, febre amarela e malária.
O dinheiro faz parte do Teto Financeiro de Epidemiologia e Controle de Doenças, um fundo com verba enviada todos os meses para os Estados e municípios. Para o Estado do Rio, o ministério repassa, desde junho de 2000, cerca de R$ 500 mil por mês.
De lá pra cá, o governo do Rio acumula cerca de R$ 11 milhões, o total das transferências mais os juros de aplicações no sistema financeiro. Segundo a Funasa, 90% dos R$ 11 milhões deveriam ter sido usados para prevenir epidemias de dengue.
O Rio vive a segunda maior epidemia da história - o último balanço do Estado contou 18 mil casos da doença, 242 hemorrágicos e sete mortes.
O secretário estadual da Saúde, Gilson Cantarino, afirmou hoje à reportagem que em dezembro enviou ao ministério um relatório explicando o destino dos R$ 11 milhões. Segundo ele, a verba foi acumulada para pagar o fornecimento de seringas e agulhas de todas as campanhas de vacinação de 2002.

 

Registrados dois
casos de meningite

Concórdia - Duas crianças estão internadas desde o início de fevereiro no Hospital São Francisco com meningite. Um menino de um ano e nove meses chegou a apresentar um quadro mais grave e, apesar de não correr mais risco de vida, continua no Centro de Terapia Intensiva. O outro paciente, um menino de cinco anos, foi contaminado por um tipo menos agressivo de meningite e está conseguindo recuperar-se mais rapidamente. As autoridades da área da saúde consideram que os dois casos na mesma época são uma coincidência.
Não é comum a ocorrência de casos de meningite em fevereiro, um dos meses mais quentes do ano. A meningite é uma doença associada às temperaturas baixas e à aglomeração de pessoas em ambientes fechados, cenário típico do inverno.
Uma explicação encontrada pelos médicos que atenderam os dois meninos foi a de que janeiro e fevereiro apresentaram em alguns momentos frio inesperado. A tendência é que a meningite repita em 2002 o comportamento que habitualmente apresenta nos 15 municípios do Alto Uruguai catarinense. O número de casos fica entre cinco e 10, quase todos concentrados entre maio e agosto.


Municípios
precisam de médicos

Cerro Negro/Painel - Embora o Programa de Saúde da Família (PSF) de Lages esteja entre os melhores do Estado, com 99 agentes trabalhando e mais 63 sendo treinados, alguns municípios da região Serrana vivem um drama nesta área. É o caso de Painel e Cerro Negro, que estão entre as cidades mais pobres de Santa Catarina. Por serem muito isolados e de difícil acesso, não conseguem atrair médicos nem enfermeiras para formar equipes e obter o credenciamento junto ao Ministério da Saúde, que lhes permitiria receber os recursos do PSF.
"A única enfermeira de que dispúnhamos foi embora", informa a secretária de Saúde de Painel, Edi Amorim. A Prefeitura de Cerro Negro oferece um salário de R$ 5,3 mil para um médico. O problema é que os cerca de 30 quilômetros de estrada de chão esburacado que separam a cidade de Campo Belo do Sul desencorajam qualquer candidato. Já o município de Painel sofre com a concorrência dos municípios vizinhos, que oferecem um salário melhor. Enquanto ali o salário pago pela Prefeitura a um enfermeiro é de R$ 1,1 mil, Correia Pinto e Otacílio Costa remuneram o mesmo profissional com R$ 2 mil e R$ 1,8 mil, respectivamente.


Lages elabora novo
roteiro turístico

Lages - A diretoria de Turismo da secretaria de Desenvolvimento Econômico de Lages apresentou esta semana ao prefeito Raimundo Colombo o "Caminho das Tropas", um dos roteiros que estão sendo criados para compor o novo plano turístico. O objetivo é criar um circuito fixo de passeios pelo município, para mostrar ao turista o patrimônio histórico e cultural da cidade, fundada na segunda metade do século 18. "O turismo é o segmento que mais cresce no mundo, por isso precisamos investir mais nele", raciocina Colombo.
Em outra etapa do circuito, denominado "Encantos de Lages", percorre-se 22 estabelecimentos, como restaurantes, lojas de artesanato, ateliês e outros que contam um pouco da riqueza histórica e cultural da cidade. Quem for à capital do Planalto Serrano poderá percorrer todos os roteiros turísticos com o apoio de um guia turístico formado por técnicos da Embratur, que repassará informações e fará esclarecimentos ao longo de todo o city tour. "Num primeiro momento não se visualiza a grandiosidade do projeto. Mas estamos convictos de que o turismo será um dos pontos fortes da economia de Lages", pondera Colombo.
O "Caminho das Tropas" mapeou 10 pontos para visitação em toda a cidade. Eles contam um pouco da história de Lages, que nasceu como ponto de passagem e entreposto comercial dos tropeiros que levavam gado do Rio Grande do Sul para São Paulo e Minas Gerais, pela primeira via terrestre de ligação entre o Sul e o Sudeste do País. Na metade do século 18 o lugar foi elevado à condição de colônia de povoamento, por conta da necessidade da Coroa Portuguesa fundar um posto para conter o avanço castelhano na região cisplatina, dos limites do Rio Grande do Sul até os campos de Lages.


Famílias arrendam
lixão em Barra Velha

Entre os adultos catadores de materiais reclicláveis, convivem crianças de 5 e 10 anos

Genara Rigotti

Barra Velha - Dos mais de vinte municípios que foram acionados pelo Ministério Público Federal na região Norte, por irregularidades na disposição final do lixo, a situação mais alarmante é a de Barra Velha. Ali famílias inteiras vivem do arrendamento do lixo. Elas pagam R$ 500 por mês ao fazendeiro, dono do terreno do lixão, no bairro Faisqueira, para catar garrafas e sacos plásticos, latas, vidro, ferro velho e toda a sorte de materiais. No meio dos adultos catadores, crianças de 5 e 10 anos de idade, com os pés descalços, ajudam no trabalho e separam restos de brinquedos, que levam para casa.
O município foi acionado pelo MPF em maio de 2000 mas não cumpriu a liminar da Justiça de encerrar a disposição de resíduos naquela área e implantar um aterro controlado, e se quer compareceu as audiências na 2ª Vara Federal de Joinville. "O processo fica complicado quando o município não se defende. A avaliação da Justiça também. O prazo para mudança do lixão de Barra Velha, acabou em meados do ano passado, mas a revelia no direito público não tem o mesmo valor da revelia no direito privado, que significa culpa assumida", explica a juíza Luíza Hickel Gamba. Segundo ela, o processo agora está em fase de solicitação de perícia - que devem ficar prontas num prazo de dois meses.
O lixão de Barra Velha está numa área de aproximadamente quatro hectares, num terreno de solo arenoso, distante quatro quilômetros do centro da cidade. Nas imediações, além de cobertura florestal nativa existe uma grande plantação de arroz - que provavelmente sofre algum tipo de contaminação pelo chorume. O lixo é depositado a céu aberto há mais de 50 anos e há pouco tempo o lixo hospitalar e industrial não está mais sendo depositado no local. No último relatório, feito por técnicos do Ibama, havia a recomendação de monitoramento da área, recomposição paisagística, proteção do entorno, compactação e redução do volume de lixo depositado.


"Não é fácil sustentar dez crianças"

Barra Velha - Na avaliação do procurador da República Cláudio Valentim Cristani, a principal consequência do descaso do poder público de Barra Velha são os danos a saúde dos próprios moradores, e não apenas os danos ambientais. "Se a cada dia que passa nada é feito para adequar a disposição de resíduos sólidos naquele lixão, os efeitos negativos aumentam na mesma proporção em que o lixo é depositado no terreno", acredita. A Prefeitura garante que está tomando providências e já contratou uma empresa para desenvolver o projeto de um aterro sanitário.
O lixão de Barra Velha é a única fonte de renda da família Marques. Evaldir, 58 anos, Maria, 46, e os filhos - os menores hoje com 5 e 10 anos -, ganham a vida catando lixo reciclável. A dificuldade em conseguir um emprego levou a família para o lixo. Eles pagam R$ 500 por mês ao dono da área, pelo arrendamento do lixo e a permissão de catar. "Não é fácil sustentar dez crianças, entre filhos e netos. Nos próximos meses nascem mais dois netos. Se a gente não trabalhar duro o dia inteiro, não tem leite, nem pão, nem remédio para a gurisada", conta. "Nossa vida não é fácil." (GR)


Dia de limpeza
após enxurrada

Balneário Camboriú - Ontem, o dia foi de limpeza em Balneário Camboriú. Depois do forte temporal que atingiu a cidade na tarde e parte da noite de quarta-feira, a secretaria de Obras e a empresa Coneville, responsável pela limpeza urbana, fizeram um mutirão para limpar as ruas que ficaram cheias de lama e desobstruir as bocas de lobo.
Segundo o secretário de Obras, Dão Koeddermann, os prejuízos foram na ordem de R$ 30 mil. "Felizmente os estragos foram mínimos. Apenas alguns bueiros entupidos e pequenos buracos abertos pela força da água", explicou Koeddermann. As três famílias que estavam abrigadas em escolas voltaram para casa ainda na noite de quarta-feira.
Este foi o segundo alagamento em duas semanas e, conforme o secretário, é uma situação que pode ser amenizada, mas dificilmente resolvida. "Balneário Camboriú é uma cidade plana e ao nível do mar. Sempre que chover muito e tivermos incidência de maré cheia, a água não terá para onde escoar represando nas ruas. Todas as tubulações e galerias apenas minimizam e funcionam bem em maré baixa."
Para ele, a situação das avenidas Atlântica e Brasil poderá ser amenizada com o engordamento da faixa de areia. "Com o engordamento vamos fazer uma grande galeria que vai canalizar a água da chuva para o Pontal Norte e Barra Sul", comentou.


Definido o calendário
das festas de outubro

Joinville - Já estão prontos o calendário e o roteiro das festas de outubro em Santa Catarina. No último encontro do comitê que reúne 12 dos principais eventos do Estado, realizado ontem em Joinville, foram apresentadas as datas oficiais e as primeiras peças publicitárias e informativos que serão distribuídos em todo o País. O evento que abre as festas de outubro no Estado é a Tirolerfest, em Treze Tílias, no dia 4. A programação será encerrada no dia 26, em Blumenau (Oktoberfest), Joinville (Fenachopp), Brusque (Fenarreco) e Itajaí (Marejada).
Para o secretário de Turismo de Blumenau, Léo Francisco Prim, que lidera a organização da maior e mais tradicional festa do Estado, a Oktoberfest, a união dos eventos é uma oportunidade para aumentar ainda mais o número de turistas que chegam a Santa Catarina em outubro. "Estamos unificando nossa ação, gastando menos e buscando, juntos, recursos federais e estaduais para os nossos eventos", disse.
A previsão é de que pelo menos 500 mil pessoas de todo o Mercosul sejam informadas sobre as 12 principais festas no Estado. O comitê está usando o slogan "você em estado de alegria" para atrair os turistas.
O comitê também já garantiu presença em dois dos mais importantes eventos envolvendo agências e promotores de turismo do País - um em São Paulo e outro no Beto Carrero World, no Litoral Norte do Estado.
"É o primeiro ano de divulgação unificada e temos o apoio da Abratur (Associação Brasileira das Agências de Turismo) e da Santur (empresa ligada ao governo do Estado com responsabilidade sobre o setor)", disse o representante da Associação Brasileira de Festas e Eventos (Abrafe).
No ano passado, segundo dados da Santur, mais de 2,7 milhões de turistas vieram ao Estado e deixaram pelo menos US$ 450 milhões - dados que incluem também a temporada de verão.


Vereadores defendem paramédicos

Joinville - A Câmara de Vereadores de Joinville quer a continuidade do serviço de paramédicos oferecido pela Polícia Militar na cidade. Na sessão de ontem, os vereadores aprovaram por unanimidade o envio de uma moção ao governador Esperidião Amin (PPB) insistindo na manutenção do destacamento. Os vereadores são contra a proposta de remanejamento do atual grupo de 31 socorristas da PM à atividade de policiamento ostensivo na cidade, defendida pela Associação Comercial e Industrial de Joinville (Acij).
A decisão da Câmara contou com a aprovação de todos os vereadores presentes na reunião (19). No total, foram duas moções a respeito, dos vereadores Kennedy Nunes (PPB) e Nelson Quirino (PSDB). O primeiro, por sua vez, solicitou ao governador a desclassificação do pedido da Acij. A sessão, contou com plenário lotado, inclusive com a presença dos paramédicos, e foi marcada por discursos fortes.
O comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar, coronel Roque Heerdt, assumiu que é contra a extinção dos paramédicos. Presente na sessão da Câmara, mostrou-se a favor da vontade da população, "que já demonstra grande maioria em favor da continuidade do atendimento prestado pela corporação", afirmou o coronel.
Além dele, manifestaram-se da mesma forma representantes dos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs) e da Sociedade Joinvilense de Medicina. Já haviam dado apoio nesse sentido, a CDL, Ajorpeme e Acomac.

 
Copyright © 2000 A Notícia - Fone: 055-0xx47 431 9000 - Fax: 055-0xx47 431 9100 - Rua Caçador, 112 - CEP 89203-610 - C. Postal: 2 - 89201-972 - Joinville - SC - BRASIL - EXPEDIENTE
 
Por: Torque Comunicação e Internet