Joinville         -          Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2002         -          Santa Catarina - Brasil
 
 

ANotícia  



 




Espelho d'água
Lagoa dos Esteves (acima) é a maior e mais procurada, enquanto a do Faxinal (ao lado) serve para o abastecimento dos balneários de Rincão e Barra Velha; abaixo, o camping Viana, que nos finais de semana se transforma no palco de um grande piquenique
Fotos: Gilvan de França

As seis
lagoas do Sul

Complexo lagunar de Içara faz a alegria das famílias que querem distância das praias de mar aberto

Gilvan de França
Especial para o anexo

Um complexo de seis lagoas, todas ligadas entre si, é a grande estrela da temporada de verão no litoral do Extremo-sul catarinense, mais precisamente no distrito Balneário Rincão, em Içara. A orla marítima, na região, é de mar aberto, com muitas ondas, cenário pouco favorável a banhos, principalmente de crianças e adolescentes. Com isso, as lagoas do Faxinal, dos Freitas e dos Esteves se tornam opção de lazer para quem prefere tranqüilidade, ar e água puros. Aos amantes do campismo, a região não poderia ser mais interessante, com opções que vão desde isolados campings com boa infra-estrutura até empreendimentos que exploram atividades com equipamentos náuticos ou brinquedos que têm como principal atração a água.
O complexo lagunar de Içara tem, na realidade, sete lagoas. Pela ordem, no sentido sul-norte, a partir da divisa com Jaguaruna, podem ser conhecidas as lagoas Urussanga Velha, que há anos sofre com a poluição da mineração do carvão, recebendo dejetos vindos pela bacia do rio Urussanga. A segunda é a Lagoa do Papagaio, que é pequena, perigosa e está em processo de extinção pela própria natureza, que vem assoreando-a. Já às margens da SC-444, a cerca de dois quilômetros do Balneário Rincão, aparece a Lagoa dos Freitas, a única que é totalmente aberta ao público, sem cobrança de ingresso, o que é comum nas lagoas seguintes (Faxinal e Esteves). Mesmo naquelas, para quem as conhece, existem formas de aproveitar suas águas calmas e puras sem algum tipo de pagamento.
A Lagoa dos Freitas, indiscutivelmente, é a mais popular e democrática. Cercada de amplo gramado, é muito procurada. Nos finais de semana, com tempo bom, o espaço é disputado principalmente pelas crianças. "Isso aqui é uma maravilha, a gente fica à vontade e não há perigo para as crianças. Dá para tomar um banho de sol tranqüilamente, o que não acontece lá na praia", diz a dona-de-casa Maristela Rocha, que aos domingos deixa Criciúma para passar o dia na lagoa com os filhos pequenos e o marido.

Planeta líquido
Única que é aberta ao público sem a cobrança de ingresso, a Lagoa dos Freitas (ao lado) transformou-se na mais popular, apesar da destruição do trapiche; abaixo 1 e 2, o Parque Verde e seu "kamikaze", com 15 metros de queda

 

Nem é preciso fazer enquete. Entre as crianças e pré-adolescentes a preferência é pelas lagoas. O garoto Nicolas, 10 anos, lamenta apenas que o trapiche da Lagoa dos Freitas tenha sido desmontado pela prefeitura e não foi reconstruído.
Paz e tranqüilidade são características da Lagoa do Faxinal. É dela que os balneários Rincão e Barra Velha se abastecem de água potável, captada, tratada e distribuída pela Casan. Só no Rincão, na temporada, são mais de 150 mil habitantes. Por causa disso, na Lagoa do Faxinal é proibida a prática de esportes náuticos motorizados. Por ela navegam apenas caiaques e barcos a vela ou remo. A proibição é a alegria dos pescadores. É com essa lagoa aos fundos que o Parque Verde, um camping e pousada, se tornou a sensação dos últimos verões e fez com que a família da colunista social Zuleide Hermann apostasse alto no lazer aquático. Só que o público não usa a lagoa, mas sim um complexo de piscinas com os mais variados brinquedos. A "usina da água", única no Estado, faz a festa dos pequenos, enquanto os mais corajosos testam seus dotes no Kamikase, uma queda de 15 metros, de tirar o fôlego.
A Lagoa dos Esteves é a maior e mais procurada. Tem mais de uma dezena de campings e condomínios que parecem cenários de cinema ou de novelas globais. O camping mais famoso é o Campestre, mas a moda na região é o Puro Lazer, que decidiu investir em esportes náuticos. Ali se pode passear de jet-ski, barco a motor, vela ou remo, caiaque ou arriscar uma queda garantida do banana-boat. O deputado estadual Ronaldo Benedet (PMDB) é um dos freqüentadores do local. É no Puro Lazer que ele exerce sua habilidade de piloto, incentivado pelos filhos, que no final das contas são os principais beneficiários dos passeios. "Conheço todas as lagoas, já fiz o trajeto de barco desde a Lagoa dos Freitas até a Mãe Luzia, a última do complexo", conta o deputado de Criciúma, ressalvando que a aventura aconteceu quando tinha cerca de 15 anos.
Mais adiante, em direção ao Sul, um dos campings mais procurados é o Viana. A paisagem é bucólica, com muitas árvores à beira da lagoa. Nos domingos, no entanto, a algazarra é grande, mas o espaço é "socializado", sem nenhum problema. As churrasqueiras são coletivas, o que provoca o intercâmbio entre os churrasqueiros de plantão. "Não é só a lagoa, que é ótima, mas aqui a gente conhece pessoas, faz amigos, se diverte de verdade", resume o mineiro Neri Colombo, que no verão, aos domingos, transfere sua casa para o camping Viana. No extremo da Lagoa dos Esteves, já próximo do balneário Barra Velha, o camping Mussuline reúne um público muito parecido. São famílias inteiras que chegam para se deliciar com as águas rasas, calmas, quentes e limpas. A última lagoa do complexo é a Mãe Luzia, pouco utilizada pelo público, sendo um recanto, apenas, de pescadores.


Como chegar

Conheça os acessos ao complexo lagunar do Sul

Saindo da BR-101 e pegando a SC-444 em direção ao Balneário Rincão, o acesso às lagoas do Faxinal e dos Esteves (que é a SC-487) fica a 12 quilômetros. O camping e pousada Parque Verde fica a cinco quilômetros e é o primeiro. Os demais ficam a seguir, nas duas lagoas, em um trecho de mais cinco quilômetros. No Parque Verde as reservas podem ser feitas pelo telefone (48) 467-0091. No camping Puro Lazer, na mesma rodovia, o contato pode ser feito pelo telefone (48) 467-0144. Para chegar à Lagoa dos Freitas, siga pela SC-444 em direção ao Balneário Rincão. O acesso fica a dois quilômetros depois do entroncamento com a SC-487, que dá acesso às outras lagoas.

Manchetes AN
Das últimas edições de AN Verão
07/02 - No Ribeirão já é Carnaval
06/02 - Cenários para contemplação
05/02 -Os novos encantos de Barra Velha
03/02 - Despencando no rapel
02/02 - Nossa Senhora de Itajuba
01/02 - Supresas na trilha subaquática
31/01 - Passeio afetivo resgata a velha São Chico

Leia também

[Bandeira preta]
Antes de ir à praia, confira a os locais impróprios para o banho.

Balneário Camboriú
Taquaras
- Nas margens da lagoa

Balneário Camboriú
- Em frente à rua 51
- Pontal Sul

Barra do Sul
Canal do Linguado
- Prainha da foz do canal

Barra Velha
Lagoa de Barra Velha
- Em frente à avenida Armando Petreli

Florianópolis
Lagoa da Conceição
- Em frente à rua de acesso à praia da Joaquina
- Em frente à rua Manuel Isidoro da Silveira
- Nos trapiches do serviço de transporte

Armação do Pântano do Sul
- Foz do rio Sangradouro

Beira-Mar Norte
- Em frente ao monumento da Polícia Militar

Praia da Saudade
- Canto esquerdo da praia

Sambaqui
- Em frente à servidão Paraíso

Praia do Balneário
- Em frente à rua José Cândido da Silva

Bom Abrigo
- Em frente à rua Teófilo da Silva

Jardim Atlântico
- Em frente à rua Elesbão Pinto da Luz

José Mendes
- No meio da praia

Matadouro
- Belmira Isabel Martins

Ingleses
- À direita do rio Capivari

Garopaba
Praia de Garopaba
- Em frente à praça

Içara
Lagoa dos Esteves
- Próximo ao trapiche

Praia do Rincão
- Arroio da Praia do Rincão
- Em frente ao posto salva-vidas 1
- Em frente ao posto salva-vidas 2

Itapema
Praia de Itapema
- À direita do rio Bela Cruz
- Em frente à rua 205
- Em frente à rua 319

Laguna
Lagoa de Cabeçudas
- Em frente ao km 313 da BR-101

Navegantes
Praia de Navegantes
- Foz do rio Gravatá

Palhoça
Guarda do Embaú
- No rio, em frente à Vila

Praia de Fora
- Canto esquerdo da praia

Passo de Torres
Braço morto do Mampituba
- Em frente ao salva-vidas, próximo à ponte

Passo de Torres
- Em frente ao salva-vidas

Penha
Armação do Itapocorói
- Em frente à rua Maria Emília Costa

São Francisco do Sul
Ingleses
- À direita do trapiche

São José
Guararema
- Canto esquerdo da praia

Arroio do Silva
Arroio do Silva
- Na foz do arroio

Praia das Gaivotas
Arroio da Praia das Gaivotas
- Sob a ponte de concreto, na av. Beira-mar

Fonte: Fundação do Meio Ambiente


 
Copyright © 2000 A Notícia - Fone: 055-0xx47 431 9000 - Fax: 055-0xx47 431 9100 - Rua Caçador, 112 - CEP 89203-610 - C. Postal: 2 - 89201-972 - Joinville - SC - BRASIL - EXPEDIENTE
 
Por: Torque Comunicação e Internet