Joinville         -          Quinta-feira, 1 de Maio de 2003         -          Santa Catarina - Brasil
 
 

ANotícia  

P  
O  
L  
Í  
C  
I  
A  










Adolescente executado
a tiros em Criciúma

Vítima estava envolvida em uma série de delitos e o crime pode ter sido um acerto de contas

José Adílio Silveira
Especial para a Notícia

Criciúma - O adolescente Luiz Henrique Pandolfi, 17 anos, conhecido no meio policial como "Morrango", foi assassinado em Criciúma, no Sul do Estado, às 20h30 de terça-feira, com dois tiros, de revólver calibre 38. O corpo do jovem foi encontrado por populares na avenida Catarinense, no bairro Manaus. A polícia levou o corpo para o Instituto Médico Legal (IML), onde se constatou que uma bala atingiu o pescoço da vítima e outra transfixou a cabeça. Até o início da noite de ontem, nenhum dos dois suspeitos foi localizado.
O delegado Adauto de Souza, responsável pela Delegacia de Proteção à Mulher, à Criança e ao Adolescente, que está à frente das investigações, disse que uma equipe de policiais já começou a ouvir as primeiras testemunhas e levantou os nomes de alguns suspeitos. O motivo do crime, apesar de não ser confirmado pelo delegado, pode ter sido acerto de contas.
O adolescente foi morto com dois tiros, quando saía de casa e disse para os seus pais que retornaria em seguida. Segundo seu pai, José Carlos Pandolfi, o filho iniciou no mundo do crime quando passou a ser usuário de drogas. José Carlos ainda relata que as amizades de "Morrango" eram outro problema, pois se organizavam para cometer delitos. A mãe, Ivete Fernandes Pandolfi, afirma que sabia que o filho era problemático, mas ninguém tinha o direito de lhe tirar a vida. Por isso espera que os assassinos sejam presos e paguem pelo crime.
"Morrango", apesar da pouca idade, tinha uma extensa ficha criminal. Já havia sido detido por diversos delitos, como furtos, arrombamentos, porte ilegal de arma, consumo de droga, agressão, desacato à autoridade e assalto a mão armada. No ano passado, Luiz Henrique foi internado no Centro de Internação Provisória (CIP) do bairro Vila Zuleima, quando comandou uma rebelião, que culminou com a destruição parcial do órgão público. Depois do motim o centro passou por reformas para poder ser novamente utilizado em sua plenitude.


Sargento
presta depoimento
e alega inocência em crime

São Miguel do Oeste - O advogado Wanderlei Massaro protocolou na Justiça, ontem, o pedido de liberdade provisória para o 2º sargento do Exército Danilo Santos de Farias, 42 anos, acusado de ter violentado e assassinado a adolescente Leila Patrícia Stengler, 15 anos, na sexta-feira da semana passada. Danilo prestou depoimento na manhã de ontem, ao delegado de comarca José Airton Stang e disse que é inocente. Sustentou a história de que a morte da vítima foi um acidente provocado por um galho de árvore quando andavam por uma trilha no meio da mata.
Massaro classifica o laudo cadavérico expedido pelo Instituto Médico Legal de São Miguel do Oeste como inconclusivo e a divulgação dos dados pela polícia, envolvendo seu cliente, como precipitada. Segundo ele, a necrópsia não provou que houve violência sexual, não foi encontrada a arma do crime, não há qualquer vestígio no local que possa sugerir que houve algum tipo de violência e os ferimentos na garota são passíveis de terem sido provocados pelo galho, que pesava cerca de 400 quilos.
Na delegacia, Danilo contou que sexta-feira, pouco antes do meio-dia, passava próximo à rodoviária de São Miguel do Oeste, quando avistou a menor, que teria feito um gesto pedindo que parasse. Leila teria dito que não estava com vontade de assistir a aula e preferia passear. Danilo afirma que a adolescente pediu que a levasse para um camping às margens do rio das Antas.
Uma testemunha, que administra o camping, confirmou na polícia que forneceu informações ao casal já próximo ao rio, orientando-os que o caminho teria que ser feito a pé e não de carro. Ele conta que entraram pela mata e começaram a caminhar, quando ouviu um estrondo e viu o galho caindo. Danilo teria gritado para que a garota corresse. Ele teria pulado para a frente, mas a menor foi atingida na cabeça e ficou embaixo do galho.
O militar contou também que após o acidente tentou tirar a menor debaixo do galho e chegou a pedir socorro à mulher que havia prestado informações anteriormente. A testemunha também confirmou isso na polícia. Em seguida o sargento teria colocado a vítima no carro e a deixou no Hospital São Miguel, em São Miguel do Oeste, onde foi preso. Danilo está em uma cela do 14º Regimento de Cavalaria Mecanizada de São Miguel do Oeste.


Dez acusados de
tráfico detidos em Criciúma

Criciúma - A Policia Militar de Criciúma, no Sul do Estado, prendeu, na madrugada de ontem, dez pessoas envolvidas com tráfico e apreendeu 52 pedras de crack. Os acusados foram presos em flagrante pelo delegado Adauto de Souza e encaminhados para o presídio Santa Augusta.
A primeira ação dos militares foi no bairro Renascer, em um barraco localizado próximo a ferrovia Tereza Cristina. No local o casal Dejair Ricardos Peres, 19, e Daiane Furtado, 19, e dois menores produziam e comercializacM crack. Depois de denúncias de vizinhos, os policiais resolveram realizar uma ronda e encontraram com os quatro 25 pedras da droga prontas para o consumo.
Já no bairro Tereza Cristina, a prisão ocorreu por acaso. Durante uma ronda os policiais avistaram um grupo de pessoas em movimento suspeito. Ao dar inicio a revista encontraram com os suspeitos 27 pedras de crack e R$ 300,00 em notas pequenas, proveniente da venda da droga. A principal envolvida neste caso foi identificada como Tereza de Jesus Domingos.


Recuperados 2
motores de barco furtados

Chapecó - O furto de motores para barcos causa preocupação na polícia de Chapecó, no Oeste do Estado. De terça-feira até ontem, dois equipamentos foram recuperados pela equipe da Divisão de Investigação Criminal (DIC). Um deles já foi devolvido ao proprietário, Vilson José Micheloff, 41 anos, e o outro ainda aguarda identificação. Um vale R$ 2 mil e outro R$ 3,5 mil.
Segundo o delegado titular da DIC, Eduardo Azevedo, foi em meio a outras investigações que a equipe chegou até os motores. O primeiro, já identificado, foi levado de uma garagem de venda de veículos e o segundo provavelmente de uma residência. O delegado espera que as vítimas se apresentem na delegacia para observar os motores e relatar novamente em que circunstâncias eles desapareceram. "Esse tipo de roubo está se tornando freqüente", comenta Azevedo.
Até agora nenhum dos responsáveis pelo roubo ou receptação dos motores foi preso. Os nomes dos suspeitos não foram divulgados para não atrapalhar as investigações. O delegado, no entanto, espera receber novas informações nos próximos dias, depois de tomar novos depoimentos de outras vítimas e suspeitos.
O comércio de equipamentos náuticos na região de Chapecó está crescendo, impulsionado pela descoberta do rio Uruguai como espaço para o lazer nos finais de semana. Os proprietários de barcos e lanchas, conforme o delegado, devem ficar atentos quanto aos roubos e às procedências dos equipamentos adquiridos.


Acidente
mata aposentado
e fere outras 3 pessoas

Blumenau/Florianópolis/Joinville - Uma pessoa morreu e três ficaram feridas durante um abalroamento transversal, ocorrido no final da tarde de terça-feira, na BR-470, próximo ao trevo de Gaspar, no Médio Vale do Itajaí. O aposentado Teobaldo Carlos Müller, 72 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. Ele conduzia o Monza GQF-8008 (Gaspar). Também se envolveram no acidente a caminhonete Ford Ranger MCI-1462 (Blumenau), conduzido por A.A.P., 31 anos, que fraturou a mão esquerda e foi conduzido ao Hospital Santa Isabel, e dois ciclistas: R.S., 9 anos, K.D.F., 10. Os meninos foram conduzidos ao hospital pela guarnição do Corpo de Bombeiros de Gaspar.
Dezenove acidentes ocorreram no perímetro urbano da Grande Florianópolis ontem, resultando em uma morte. Marcelo Espíndola, 22 anos, que dirigia a moto Yamaha LWY-9328, morreu ao bater de frente com o caminhão Mercedes-Benz MAU-0236 (São João Batista). Marcelo foi levado para o Hospital Regional São José, mas não resistiu aos ferimentos. O motorista do caminhão, Pedro Dias Ribeiro, 32, saiu ileso.
Outro acidente com lesões corporais, também entre um caminhão e uma moto, ocorreu em Forquilhinhas, em São José. O motoqueiro, não identificado, foi atendido e liberado no local. O motorista do caminhão não sofreu escoriações.
Em Joinville, um acidente envolvendo uma retroescavadeira e um caminhão de gás causou estragos em duas casas da rua 21 de Abril, no bairro Boa Vista, na manhã de ontem. Segundo testemunhas, a retoescavadeira, que trabalhava no alto da rua bastante íngreme perdeu os freios e começou a descer de ré. O tratorista pulou fora e a máquina desgovernada atingiu um caminhão de gás que subia a rua. O caminhão atingiu uma casa e a retroescavadeira chocou-se contra outra residência. O motorista do caminhão, Reinaldo Paulo Mick, 36 anos, se feriu no choque.

Manchetes AN
Das últimas edições de Polícia
30/04 - MP denuncia 52 envolvidos com caixeiros de Joinville
29/04 - Acusado de matar garota continua preso em quartel
28/04 - Dois adolescentes mortos em favelas
27/04 - Cresce a falsificação de dinheiro
26/04 - PF acha 66 quilos de cocaína no Sul
25/04 - Diretor mostra "mordomias" em presídio
24/04 - Desaparecido pode estar no México

Leia também

Juiz liberta
envolvida em assassinato

Joinville - A cabeleireira Ana Alves Domingos (que também usa o nome de casada Ana Buono) está livre há três semanas. Ela estava presa preventivamente acusada de ser mandante de um homicídio. O juiz Renato Roberge, o mesmo que havia decretado sua prisão, concedeu um alvará de soltura porque expirou o prazo para que a acusada fosse julgada. "Ela tinha 160 dias para ir a julgamento e ficou cerca de um ano e meio no presídio, por isso o juiz entendeu que houve excesso de prazo", explica o advogado Antônio Lavarda.
Em 14 de setembro de 2001, a operária Elizete Maria dos Santos, 21 anos, foi morta quando ia para o trabalho de bicicleta, no distrito industrial de Joinville. Um ciclista, com capuz e luvas a interceptou disparou duas vezes.
A Divisão de Investigação Criminal (DIC) tinha uma única certeza: tratava-se de crime passional. Elizete vinha sofrendo ameaças por telefone de uma mulher que não aceitava o relacionamento dela com Vinício de Paula, com quem namorava há seis meses.
Depois de dez dias de investigação, o delegado Marco Aurélio Marcucci pediu a prisão preventiva de Ana. Marcucci chegou à conclusão de que ela era a mandante do crime depois de ouvir testemunhas que confirmaram que Ana tivera um caso de quatro anos com Vinício (que era casado). Após terem terminado, Vinício começou a namorar Elizete, fato nunca digerido por Ana, que teria mandado matar Elizete. Ana foi presa em 28 de setembro de 2001.


Crime

Corpo achado
após briga em baile

A Polícia Civil de Guarujá do Sul, no Extremo-oeste do Estado, investiga a morte de um homem cujo corpo foi encontrado ontem, na localidade de Linha Catani. Paulo Vargas, 25 anos, foi perseguido por PMs domingo, após briga durante baile. Na fuga, acabou se atirando em uma cachoeira de mais de três metros, desaparecendo nas águas. Seu corpo foi encontrado, com um profundo corte na cabeça. A polícia investiga para saber se foi morte acidental ou se ele retornou ao salão para apanhar sua moto e acabou assassinado.


Anistia

Medida atinge
PMs punidos por greve

Por determinação do governador Luiz Henrique da Silveira, o secretário da Segurança Pública e Defesa do Cidadão, João Henrique Blasi, encomendou estudos sobre a viabilidade de concessão de anistia aos policiais militares punidos disciplinarmente no ano passado por participarem de um movimento reivindicatório de natureza salarial. Mais de dez policiais responderam a processo administrativo e sindicância, abertos por determinação do então comandante geral da PM no Estado, coronel Walmor Backes.


 
Copyright © 2000 A Notícia - Fone: 055-0xx47 431 9000 - Fax: 055-0xx47 431 9100 - Rua Caçador, 112 - CEP 89203-610 - C. Postal: 2 - 89201-972 - Joinville - SC - BRASIL - EXPEDIENTE
 
Por: Torque Comunicação e Internet